Foto: Via WhatsApp

A Polícia prendeu na noite dessa quinta-feira (23), três suspeitos de executar os três policiais militares, hoje a tarde na Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). confirmou a detenção. Um quarto suspeito que resistiu a prisão foi baleado e não resistiu.

O crime abalou os órgãos de segurança do Ceará , mas a resposta foi rápida. O Governador Camilo Santana disse que o Governo não vai recurar de combater as facções criminosas e que as ações serão ainda mais duras contra o crime. “Logo após esse episódio, covarde e cruel, determinei imediatamente ao secretário de segurança uma força-tarefa, com reforço de efetivo e apoio de helicópteros, para identificar e prender cada um dos criminosos. Posso garantir que cada um desses bandidos será preso o mais rápido possível. Não iremos tolerar jamais esse tipo de ação. Seremos cada vez mais duros com o crime”, enfatizou Camilo.

Três policiais militares foram mortos a tiros na tarde desta quinta-feira, 23, no bairro Vila Manuel Sátiro, em Fortaleza. As vítimas estavam de folga em um bar quando o automóvel chegou e os ocupantes do veículo atiraram contra as vítimas.As vítimas foram identificadas como José Augusto de Lima (1º sargento da reserva), de 58 anos; Antônio Cezar Oliveira Gomes (2º tenente da reserva), 50; e Sanderley Cavalcante Sampaio (subtenente da ativa), 46. Cezar havia entrado para a reserva recentemente.

As operações das forças da segurança começaram logo após a confirmação da morte dos militares para encontrar os autores do triplo homicídio. A diretoria do Sinpol Ceará convoca a categoria para se fazer presente no velório e no enterro para dar apoio as famílias dos guerreiros, que deve ocorrer nesta sexta-feira. O Governador Camilo Santana suspendeu sua agenda e a Policia decretou luto no Estado.