Chacina-Porto Segurança
(Foto:Júlio Caesar)

A chacina que vitimou seis pessoas no último sábado (3), em uma casa de veraneio no Porto das Dunas, em Aquiraz, já tem alguns nomes divulgados pela polícia. Das seis vítimas, quatro não têm antecedentes criminais: Nilo Barbosa de Souza Neto, 33 anos, Matheus de Matos Costa Monteiro, 23, Edmilson Magalhães Neto, 25, e Klinsmann Menezes Cavalcante, de 26. As outras duas vítimas são: Davi Saraiva Benigno, 23 anos, que respondia por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo de uso restrito; e Fernando dos Anjos Rodrigues Júnior, 35, que respondia por estelionato.

De acordo com os policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), um homem que estava na casa no momento da chacina foi preso durante as investigações do caso. Weslley Barros Morais, de 26 anos, já responde por roubo e estava com um mandado de prisão em aberto também por roubo.

Em depoimento, Weslley contou que foi convidado por Davi, uma das vítimas, para ir à festa, e que no momento do crime havia saído da casa.

A chacina aconteceu por volta das 22 horas. De acordo com informações divulgadas em nota pela SSPDS, mais de vinte pessoas realizava uma festa, quando cerca de quatro homens encapuzados chegaram ao local, em dois veículos, invadiram a residência e passaram a atirar nas vítimas.

O delegado da DHPP informou que a festa seria em comemoração à saída de “David Playboy” de uma unidade prisional. O caseiro disse que havia alugado o final de semana por 1.500 reais e os próprios já tinham alugado o local em outras oportunidades.

Conforme a assessoria de comunicação da SSPDS, o laudo pericial seria divulgado em 30 dias. Neste fim de semana, o registro de ocorrências diárias contabilizou 31 mortes na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) entre as 18 horas de sexta e a meia-noite do domingo, 4.