Suspeitos-Viçosa Segurança O terceiro envolvido nas mortes dos irmãos Iracione Almeida Cardoso (08) e Francisco da Silva Cardoso Almeida (10) foi apreendido, nesta tarde (17), pelas Polícias Civil e Militar do Estado do Ceará (PCCE) e (PMCE). O infrator é um adolescente de 15 anos, suspeito de atuar juntamente com os outros dois envolvidos no crime – Francisco Rogério Soares Pereira (26) e Iranildo Antonio de Araújo (33). As capturas são o resultado da ação rápida das Forças de Segurança do Ceará, em diligenciar à procura dos suspeitos logo após a ocorrência.

O menor foi abordado em sua residência e levado para prestar depoimento à Polícia. Ele confessou sua participação no delito, alegando ter sido forçado a segurar a uma das vítimas para que Rogério desferisse as facadas. O crime ocorreu nesse domingo (16), no Sítio Inharim, zona rural em Viçosa do Ceará, onde também os três suspeitos foram capturados.

Os trabalhos policiais e denúncias anônimas levaram os agentes de segurança a Francisco Rogério e Iranildo Antonio, ambos sem antecedentes criminais, ainda ontem (16). Rogério confessou o crime e foi o primeiro a ser capturado, em uma Praça de Viçosa, pela Polícia Militar. Dando continuidade às diligências e com informações repassadas pelo próprio preso, policiais militares e civis chegaram à residência de Iranildo, onde ele foi interceptado.

As crianças foram mortas a facadas, nas proximidades da casa delas, no Sítio Inharim. De acordo com o delegado Gregório Neto, titular da Delegacia Municipal local, Rogério confessou ter cometido o delito com Iranildo sob o efeito de drogas. Os meninos foram mortos com a faca que eles levaram para cortar capim para dar a um carneiro. O instrumento foi apreendido por militares logo depois do fato, ainda nas proximidades do local da ocorrência.

Iranildo por sua vez nega envolvimento no caso. Ele e o comparsa foram autuados em flagrante por homicídio duplamente qualificado por forma cruel e impossibilidade de defesa das vítimas. A camisa que Rogério vestia no momento do delito foi apreendida suja de sangue em sua residência. Os suspeitos moravam perto da casa das crianças e se reuniam no matagal para usar drogas.  Para o delegado Gregório, o caso foi elucidado.

A população de Viçosa do Ceará,  lotou a frente do Fórum Municipal, onde era mantido um dos suspeitos de matar duas crianças, irmãos de 8 e 10 anos de idade, assassinados neste domingo (16) a golpes de faca. Ele foi escoltado a um local não revelado pela polícia para evitar um linchamento. O suspeito deixou o fórum sob os gritos de “assassino” e “monstro”. Durante a condução, quando o homem foi colocado no interior do carro policial, houve tumulto, e a polícia disparou tiros de bala de borracha para conter a população, que tentou se aproximar do homem preso.


Crime brutal

Os garotos ganharam um carneiro e saíram de casa em busca de alimentação para o animal em um matagal, quando foram assassinados. Os familiares ouviram os gritos dos irmãos e foram até o local. Iracione, ferido no braço e na coxa, ainda foi encontrado com vida e levado ao hospital da cidade. Mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Já Francisco foi localizado instantes depois, um pouco mais afastado da residência, morto, com lesões no pescoço e no peito. Seu corpo foi recolhido pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).