Equipes de policiais civis da Delegacia Metropolitana de Guaiuba, do 24º Distrito Policial (DP) e da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) realizavam diligências operacionais visando o cumprimento do decreto estadual de combate a Covid-19, na Capital, na noite dessa terça-feira (23), quando se depararam com um grupo de pessoas em um veículo pedindo ajuda. Entre as pessoas, estava uma mulher com um recém-nascido no colo pedindo ajuda para chegar ao hospital mais próximo.

Conforme relatos dos policiais civis, a mãe da criança entrou em trabalho de parto e acabou dando à luz no banheiro da casa onde mora, no bairro Parque Dois Irmãos. Durante o parto, a criança caiu no chão e precisou ser socorrida. Os familiares então buscaram socorrer a criança por meios próprios. Quando se deslocavam pela Avenida Bernardo Manuel, no bairro Maraponga, localizaram as equipes policiais e pediram ajuda. Rapidamente, os policiais civis seguiram com a família para o Hospital Distrital Gonzaga Mota, o “Frotinha” do bairro Prefeito José Walter, onde mãe e filho foram atendidos.

Já na manhã de hoje (24), os policiais civis retornaram ao hospital e visitaram a mãe, de 25 anos, e o recém-nascido. Eles passam bem e seguem sob cuidados médicos. O inspetor da PCCE, Pedro Albuquerque, que participou do socorro, falou da experiência inusitada. “Poder ajudar aquela família foi muito gratificante. Diariamente saímos às ruas para combater o crime e quando nos deparamos com ocorrências como esta, onde salvamos vidas, nos dá a certeza que estamos no caminho certo. Ontem eu tive a certeza da nossa grande missão, que é servir e proteger as pessoas do nosso estado”, finalizou Pedro.