Uma composição da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA), da Polícia Militar do Ceará (PMCE), conduziu 13 indivíduos à delegacia por caça ilegal. O caso aconteceu na tarde do último domingo, 25, em Sobral-CE. Com o grupo, 532 aves abatidas, dez espingardas de pressão e duas garrafas pet contendo ovos de avoantes foram apreendidos.

O fato ocorreu durante uma fiscalização a um pombal de avoante (zenaida auriculata) na localidade de Caracará. Essa espécie de animal, em seu ciclo de vida, utiliza o sertão cearense para o período de reprodução, fazendo ninhos no chão, facilitando a sua captura.

Cientes das ações contra o animal, a equipe do BPMA iniciou os trabalhos visando evitar esse tipo de prática. Ao chegarem próximo ao pombal, os militares visualizaram rastros de motocicletas saindo da estrada principal e adentrando ao matagal. Após incursões táticas, os PMs localizaram os indivíduos os quais se preparavam para uma caça noturna. Ao todo, 13 indivíduos foram detidos.

Na ação, um vasto material de caça foi apreendido, tais como: 532 avoantes abatidas, dez espingardas de pressão, duas garrafas pet contendo ovos de avoantes, sete recipientes contendo chumbinho, 11 estilingues, duas facas, cinco cantis, 11 lanternas, uma garrafa de aguardente, três sacolas contendo pedras, um chocalho, uma corneta e diversas roupas para caça.

Com o apoio de composições do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e da Força Tática (FT), todos os suspeitos e o material apreendido foram apresentados à Delegacia Regional de Sobral. Na unidade policial, os suspeitos foram autuados em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) com base no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais.