Screenshot_2 Segurança A Polícia Civil identificou no fim da tarde desta quarta-feira ( 27) o homem suspeito de ter praticado o homicídio contra o cobrador Samuel da Silva Silvestre, 18 anos, durante um assalto, no Bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza.

Apesar de identificado, o suspeito ainda não foi preso. A polícia ressaltou que os objetos pessoais do suspeito foram encontrados, entre eles a bicicleta usada por ele no momento do crime.

O cobrador de ônibus Samuel da Silva Silvestre foi baleado na cabeça durante uma tentativa de assalto no cruzamento da rua 24 de Maio com a avenida Nova Fortaleza, em Fortaleza. O óbito foi confirmado pelo Sindiônibus. O crime foi registrado por uma câmera de segurança instalada no coletivo, estacionado próximo ao local onde o crime aconteceu, fato que possibilitou a identificação do acusado.  Samuel e o motorista estavam lanchando com outras pessoas, quando o suspeito se aproximou em uma bicicleta e abordou as vítimas. Ele reagiu à ação e foi baleado pelo assaltante que ainda caiu do veículo, mas conseguiu fugir.

O cobrador foi socorrido e encaminhado para o Hospital Distrital Gonzaga Mota, conhecido como Gonzaguinha do José Walter, em Fortaleza. Em seguida foi transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro, mas não resistiu.  Samuel foi estudante de informática da  Escola Estadual de Ensino Profissional José de Barcelos, no bairro Messejana, a escola lamentou o ocorrido.

O crime

O jovem foi abordado por um homem armado enquanto estava no horário de intervalo para o lanche, do lado de fora de uma padaria do bairro. Samuel reagiu, os dois entraram em luta corporal e o cobrador foi atingido na cabeça.

Samuel foi levado para o Instituto Doutor José Frota (IJF), mas não resistiu. Inicialmente, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou que o rapaz estava em estado grave. Á tarde, a morte foi confirmada pelo sindicato por volta de 16h25.