Foto: Divulgação

Uma ação da Polícia Militar do Ceará (PMCE), resultou na desativação de um sítio, utilizado para disputas de rinha de galo, no Município do Eusébio. O fato se deu nesse domingo (23) e quatro pessoas foram autuadas em flagrante.

Diligências foram realizadas após uma denúncia anônima ser repassada para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) sobre um sítio, localizado no bairro Timbú, no Eusébio, onde estariam acontecendo brigas de galos. Quando os PMs chegaram ao local, comprovaram o fato. Na ação, o BPMA encontrou três dos 40 galos vivos que estavam no local, dentro de uma geladeira, junto a alimentos e bebidas alcoólicas. Os animais foram encaminhados para a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri).

Após levantamentos policiais, foi constatado que um subtenente reformado do Exército Brasileiro, seria o proprietário e responsável pelo sítio. Ele foi autuado em flagrante, junto com a sua esposa. Na ocasião, mais duas pessoas também foram autuados, um que vendia alimentos no local, e outro que estava em posse de diversos acessórios, como biqueiras e esporas, utilizadas no combate dos animais, além de cadernos de anotações que comprovam as apostas realizadas.

O grupo foi conduzido para a Delegacia Metropolitana do Eusébio, onde um Termo de Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi instaurado. Eles foram ouvidos e liberados. Os suspeitos foram autuados no artigo 32, que sanciona penal e administrativamente, pessoas que estejam envolvidas por atos de abuso e maus-tratos, contra animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.