Equipes do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) desativaram uma fábrica clandestina de armas de fogo e prenderam quatro indivíduos que estavam trabalhando no local. A ação aconteceu nessa terça-feira (26), no bairro Jardim dos Bandeirantes, em Maracanaú, na Região Metropolitana da Capital.

Os militares estavam patrulhando as ruas do bairro quando receberam informações sobre um local onde eram fabricadas armas de fogo, de forma irregular. Diante disso, a equipe foi até as proximidades do lugar indicado e avistaram um indivíduo saindo de uma metalúrgica. O rapaz foi abordado e nada de ilícito foi encontrado com ele. No entanto, os PMs seguiram até o estabelecimento e, após autorização para fazer buscas no local, revistaram outros três homens que lá estavam e entraram no imóvel.

Foram encontrados diversos apetrechos utilizados para a fabricação de armamento, como barras de ferro, molas, uma furadeira, uma lixadeira, dois alicates e uma máquina de solda. Além disso, os policiais militares localizaram um revólver calibre .32, duas armas de fabricação artesanal, quatro munições calibre .40 e duas munições calibre 12.

Os suspeitos foram identificados como Gladson Ferreira dos Santos (28), com passagens por roubo a pessoa, porte irregular de arma de fogo e roubo à residência; Anderson Pereira da Silveira (26), com antecedentes por receptação; Rafael dos Santos Barros (19), que responde por roubo e; Paulo Henrique da Silva Santos (19), sem antecedentes, foram encaminhados para o 29º Distrito Policial (DP), onde foi instaurado um inquérito e os envolvidos foram autuados por posse ou porte irregular de arma de fogo em razão de haver adulteração no sinal de identificação das armas, comércio ilegal de arma de fogo e associação criminosa. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) segue apurando o caso.