Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentaram os detalhes de uma abordagem policial, feita na noite de ontem (8), que resultou na apreensão de 800 quilos de maconha, duas pistolas 9mm e 1.400 cartuchos de munição. O material foi encontrado em um veículo, que foi abordado por agentes da PRF na rodovia federal BR 020, no município de Caridade.

O flagrante foi lavrado na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), em Fortaleza. As informações foram repassadas em coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (9), na sede da DCTD, no bairro de Fátima, com a presença do diretor do Departamento de Polícia Judiciária Especializada (DPJE), Márcio Gutierrez, do diretor da DCTD, Pedro Viana, e do chefe do Serviço de Operações (SEOP) da PRF no Ceará, Livio Sousa.

Os policiais rodoviários federais faziam policiamento na noite de ontem, pela rodovia federal BR 020, na altura do quilômetro 348, quando abordaram um caminhão baú com placas de São Paulo, para averiguar a situação do transporte. Na entrevista inicial, o motorista demonstrou nervosismo e entrou em contradição, já que o transporte de carga era grande, mas estava com o compartimento quase vazio. Diante da suspeita, os policiais conduziram o veículo e o motorista até o posto de fiscalização da PRF, em Canindé. No local, após uma busca minuciosa, eles encontraram um compartimento oculto no veículo. Ao abrirem, encontraram 982 tabletes de maconha, duas pistolas calibre 9mm, duas caixas contendo 1.400 munições de calibres .40 e 9mm e um acessório para converter pistola em carabina.

Os agentes da PRF levaram o transporte, as apreensões e o motorista para lavratura de flagrante na sede da DCTD, em Fortaleza. Os cães farejadores do Núcleo de Operações com Cães (NOC) da PCCE foram acionados também para verificar se havia outros compartimentos ocultos no transporte, mas não foram encontrados mais materiais ilícitos. Em depoimento aos investigadores da DCTD, o motorista, de 49 anos e natural do Estado de São Paulo, revelou que trazia o veículo da cidade de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Segundo o suspeito, ele não tinha conhecimento do que levava no transporte. Após conclusão do procedimento, o homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ao final da pesagem, foram contabilizados 800 quilos de maconha.

A DCTD mantém as investigações com o intuito de aprofundar as apurações sobre o destino final dos narcóticos no Estado, bem como a relação do investigado com grupos criminosos no Ceará. Em razão dos levantamentos policiais estarem em andamento, o nome do suspeito não será divulgado para não comprometer as investigações.