Um homem de 37 anos foi preso nesta quarta-feira (19), na cidade de Itarema. Ele é suspeito de ter estuprado a enteada. A polícia começou a investigar o caso depois que foi registrado um Boletim de Ocorrência (B.O), sobre o caso no dia 13 de julho.

De acordo com a polícia, o homem é padrasto da vítima e teria iniciado os abusos sexuais quando a enteada tinha seis anos. Atualmente, com 14 anos, ela ainda sofria com os crimes, e relatou para uma pessoa da família que procurou a Polícia Civil. O suspeito foi localizado hoje (19) na zona rural da cidade. Após ser preso, ele foi encaminhado para uma unidade prisional.

O estupro de vulnerável, previsto no artigo 217-A do Código Penal, consiste em ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos. A pena prevista é de reclusão, de 8 a 15 anos.

Casos de estupro ganhou maior repercussão com o caso da menina de 10 anos que engravidou do próprio tio, no Espírito Santo. A criança era abusada desde os 6 anos e só descobriu a gravidez porque foi a unidade de saúde reclamando de dores abdominais. A Justiça autorizou que fosse realizado o aborto e ela teve que viajar para Recife para fazer o procedimento, já que médicos não quiseram fazer o aborto no Espírito Santo.