A tentativa de assalto ao banco na cidade de Milagres, região do Cariri, deixou 14 mortos nesta sexta-feira (7). As duas pessoas que estavam baleadas, morreram no início da noite.

Do total dos óbitos, seis foram identificados como reféns e outras seis são criminosos; a polícia ainda não tem informações sobre outras duas pessoas mortas.
De acordo com as informações, três suspeitos foram presos, a policia ainda vai ouvir os detidos para chegar no restante da quadrilha.

O caso

A tentativa de roubo ao banco aconteceu por volta de duas horas da madrugada. Quando houve confronto entre a polícia e os bandidos. Viaturas da Polícia Militar foram usadas para conter o grupo, com o confronto, os suspeitos não levaram nenhum dinheiro.

Reféns

João Batista de Sousa Magalhães, de 46 anos, e o filho, Vinícius Magalhães, 14 anos, estavam no Ceará para buscar parentes no Aeroporto de Juazeiro do Norte. Quando o crime aconteceu, João Batista e Vinícius já estavam voltando de carro junto aos parentes (casal e um filho), que desembarcaram de um voo com origem em São Paulo. A família teria sido feita de escudo humano durante o confronto entre bandidos e polícia. Outro homem não identificado também foi feito refém e morreu no tiroteio.