Foto: Divulgação

O Governo do Estado do Ceará confirmou, nesta quarta-feira (25), a transferência de 10 chefes de facção para penitenciárias federais. Os detentos seriam responsáveis pelos ataques registrados no Estado.

Mas não foi informado a data das transferências e os locais para onde os detentos serão levados.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) já havia disponibilizado, na terça-feira (24), vagas no Sistema Penitenciário Federal para os internos. A Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará (SAP) transferiu 257 presos desde o início da onda de violência.