Nesta terça-feira (16), um homem de 56 anos foi preso na cidade de Maracanaú, no bairro Piratininga, suspeito de cometer estupro de vulnerável contra a enteada de 13 anos e por filmar conteúdo íntimo da vítima. O crime aconteceu em agosto do ano passado. Com a investigação do caso, a autoridade policial determinou a prisão do suspeito, no entanto, a captura só foi realizada nesta terça-feira, através das equipes da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Maracanaú e da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). A pena prevista para o crime é de 8 a 15 anos de prisão.

Conforme a investigação, o crime ocorreu em agosto de 2020 na casa em que a vítima morava. Após o fato ser registrado na unidade policial, em outubro do ano passado, o inquérito foi iniciado.

O então suspeito já possuía antecedentes criminais por injúria, ele foi localizado  nesta terça (16) e o mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável foi cumprido. Ele também foi indiciado nos artigos 240 e 241-E do ECA, por filmar conteúdo íntimo da vítima. O suspeito foi encaminhado para uma unidade prisional e está à disposição da Justiça.

Denúncia

A Polícia Civil ressalta a importância da população que pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o número (85) 3371-7834, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Maracanaú. O sigilo e o anonimato são garantidos.