Após uma investigação detalhada, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) cumpriu, nessa quarta-feira (30), um mandado de prisão preventiva contra um homem de 63 anos, investigado por manter as próprias irmãs em situação de cárcere privado. O caso aconteceu na cidade de Tabuleiro do Norte, interior do Ceará.

De acordo com as apurações, o suspeito, com antecedentes por ameaça, lesão corporal dolosa, posse irregular de arma de fogo de uso restrito e porte ilegal de arma de fogo por uso restrito, foi encontrado em uma sucata onde trabalhava recentemente. Ele não ofereceu resistência ao cumprimento da ordem judicial. Os investigadores apuram a conduta do homem nos crimes de sequestro e cárcere privado, com desvios de proventos de pessoa idosa.

Conforme as investigações, o homem administrou a aposentadoria das duas irmãs entre 2000 e 2006, quando foi preso em flagrante. Na época, as vítimas tinham 61 e 69 anos. De acordo com a PC-CE, ele utilizava os benefícios para fins pessoais, além de fazer empréstimos. As mulheres ficavam trancadas em casa, sem acesso a outras pessoas, por um longo período. O investigado foi preso e encaminhado ao sistema prisional.