Foto: Divulgação

Investigado por um homicídio ocorrido em abril deste ano, o acusado, foi preso pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), após uma abordagem realizada no município de Quixadá, no Ceará. A captura ocorreu no último domingo (8), durante um patrulhamento. Com ele, foi apreendida uma arma de fogo que estava em uma bolsa de criança carregada pelo homem. Contra ele, havia ainda um mandado de prisão preventiva em aberto.

A composição trafegava pelo bairro Renascer, em patrulhamento ostensivo pela região, quando visualizou o homem que foi abordado. O suspeito estava na companhia de uma mulher e do seu filho. Na abordagem, ele se apresentou com outro nome com o intuito de se desvencilhar da ação policial. Após averiguação, os policiais chegaram ao verdadeiro nome do homem. Eke estava com uma bolsa de criança que foi revistada pela equipe. Em seu interior estava um revólver calibre 38, municiado. Os cinco cartuchos que abasteciam a arma estavam intactos.

O homem é suspeito de participar do homicídio que vitimou Francisco Edson de Souza Barboza, de 51 anos; e Wermeson Breno Xavier da Silva, 17 anos. Os corpos foram encontrados com lesões provocadas por arma de fogo, na localidade de Carrascal I. Conforme os levantamentos realizados pela Delegacia Regional de Quixadá, o motivo seria uma disputa entre grupos criminosos rivais. Após o recebimento da denúncia pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), o homem teve a sua prisão convertida em preventiva.

O homem foi conduzido à sede da Delegacia Regional de Quixadá, onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, por falsa identidade e por receptação em razão da procedência do revólver apreendido. Agora, ele se encontra à disposição da Justiça.