Foto: Divulgação

Uma investigação rápida e ininterrupta da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) resultou, na tarde dessa quinta-feira (6), nas prisões em flagrante de quatro homens, todos funcionários terceirizados que prestam serviço para empresas de telefonia, suspeitos de furtar cerca de 60 baterias estacionárias. Segundo informações das equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), os homens são envolvidos em pelo menos mais dois furtos de antenas, também de empresas telefônicas. Parte do material já foi recuperado pela PC-CE. Os detalhes da ação foram divulgados em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (7).

O trabalho operacional iniciou assim que as equipes policiais obtiveram a informação de que cerca de 60 baterias estacionárias foram furtadas de uma empresa de telefonia, nos primeiros dias deste mês, no bairro Prefeito José Walter- Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) de Fortaleza. Com base nas informações iniciais sobre a ação criminosa, os policiais civis iniciaram diligências de forma ininterrupta que resultaram tanto nas recuperações de 40 baterias, bem como nas identificações dos envolvidos no crime. No primeiro momento, nessa quarta-feira (5), os policiais civis encontraram, em um estabelecimento comercial, as baterias e um carro que possivelmente foi usado para subtrair os equipamentos, que são utilizados com o objetivo de oferecer ciclos de descarga profundos, evitando a queda do sinal de telefonia.

Com o trabalho de inteligência continuado, já na manhã dessa quinta-feira, os investigadores localizaram os homens envolvidos na ação criminosa. Os alvos foram identificados e presos. O grupo, que estava junto em uma sucata no bairro Benfica – (AIS 5), não reagiu à ofensiva policial.