Durante o primeiro dia de isolamento social rígido em Fortaleza visando frear o avanço da Covid-19, nesta sexta-feira (5), as Forças de Segurança realizaram mais de 40 barreiras espalhadas pelos principais pontos de movimentação na Capital. A medida, que possui caráter pedagógico, é feita pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) em parceria com outras órgãos estaduais e também municipais, como o Departamento Nacional de Trânsito (Detran/CE), o Corpo de Bombeiros (CBMCE), a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF).

Logo nas primeiras horas da manhã de hoje, a PMCE e o Corpo de Bombeiros (CBMCE) realizaram um trabalho preventivo na Avenida Beira Mar de Fortaleza, região onde comumente há a movimentação de pessoas. No Mercado dos Peixes, no bairro Mucuripe, os profissionais de segurança orientaram a população sobre os riscos de contaminação pela doença e pediram que todos retornassem aos seus domicílios. As ações também contaram com o envolvimento da aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS que sobrevoou as entradas e saídas de Fortaleza.

“Todo o sistema de segurança pública do Estado vem dando apoio aos órgãos estaduais e municipais de Saúde, justamente no controle das medidas restritivas impostas nos decretos estaduais e municipais, em razão da pandemia da Covid-19. Então houve uma intensificação das operações de parte da segurança pública, assim como dos órgãos municipais, iniciando hoje aqui em Fortaleza”, destacou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Sandro Caron.

Reunião com municípios

Também na manhã de hoje, o secretário Sandro Caron e o coronel comandante-geral da Polícia Militar, Márcio de Oliveira, participaram de uma reunião à distância com a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) para alinhar o trabalho existente em todo o Estado de combate ao coronavírus.

“Tivemos uma reunião ontem à tarde com todos os órgãos estaduais e municipais envolvidos nessas fiscalizações, e agora pela manhã, nós participamos de uma nova reunião da Aprece, com representantes dos 184 municípios do Ceará, colocando mais uma vez as forças estaduais de segurança à disposição das prefeituras para fiscalização das medidas restritivas sanitárias”, revelou Caron.

O comandante geral da PMCE reforçou o envolvimento da instituição no cumprimento dos decretos em todos os municípios. “Nós já informamos aos comandos regionais, que ao receberem o contato das Prefeituras, eles possam enviar todos os esforços necessários para que os decretos sejam cumpridos. Da mesma forma ocorre em Fortaleza, onde Polícia Militar vem com toda a tropa, de forma interrupta e distribuída nas várias formas de atuação”, disse.

Faça sua parte!

A população pode e deve colaborar para que as medidas sanitárias sejam cumpridas e diminuindo as chances de novas contaminações durante o período de vigência dos decretos. Fique em casa, com seus familiares, redobre os cuidados com a higiene pessoal, use máscara quando for extremamente necessário sair de casa, e informe, por meio dos canais de denúncias dos órgãos de fiscalização, os locais onde ocorrem aglomerações e o descumprimento do decreto estadual com medidas para evitar a proliferação do novo coronavírus.

Denúncias

A população pode denunciar casos de descumprimento das medidas de prevenção e controle da Covid-19 por meio dos telefones 150, 3252-2155, 3252-1571 e 3252-1587, da Vigilância Sanitária do Estado do Ceará e Central da Plataforma Ceará Transparente; pelo 136 da Ouvidoria Geral do SUS e Ministério da Saúde; ou ainda para o 127 ou 0800.28.11.553 do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE); e por meio do 190, da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).