A 1ª Companhia do 2º Batalhão de Bombeiros de Maracanaú (1ª Cia/2º BBM) do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) fez o resgate de uma cachorrinha que estava presa entre as paredes de duas residências, no bairro Centro, em Maracanaú, na última sexta-feira (4).

Segundo Eroneide Alves, a tutora de Pandora, a cadelinha ficou presa entre as casas e não conseguia sair. “A cadela estava presa no beco, entre uma parede e outra. Não conseguimos retirá-la”, relatou Eroneide Alves.

Para a ocorrência, uma Guarnição de Busca e Salvamento 3 foi acionada pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da Secretaria de Segurança e Defesa Social do Ceará (SSPDS). “Havia um orifício na parede que gatos utilizavam para sair e entrar na residência. Por razões desconhecidas, a Pandora tentou sair e ficou presa”, explicou o subtenente Pedro Henrique Fernandes, comandante da guarnição do CBMCE.

Mesmo em meio à possibilidade do animal não ser resgatado com vida. A equipe de salvamento teve esperança e usou toda técnica operacional na ação. Os bombeiros militares utilizaram uma alavanca para quebrar o cimento da parte externa da parede e ampliando a passagem para a cadelinha conseguir passagem. Nessa história, os bombeiros militares tiveram a esperança de chegar e abrir a “Caixa de Pandora”, por onde apenas a felicidade encontrou passagem.

Resgate de animais

A orientação do Corpo de Bombeiros em casos como esse é que a população ligue para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), por meio do telefone 193, para acionar imediatamente o CBMCE da região e para que o salvamento ocorra de maneira rápida e segura para o animal.

Em 2019, o CBMCE resgatou 3.919 animais. Em 2020, 5.217 animais foram resgatados em todo o Ceará.