Cinco homens foram presos na manhã desta terça-feira (17) por formação de organização criminosa, na cidade de Jaguaruana. As capturas são resultado de uma operação conjunta de equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) que atuam em Russas e em Jaguaruana.

Por volta das quatro horas da manhã desta terça-feira, equipes da 1ª Companhia do 3º BPRaio do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), da 1ª Companhia do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi) e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) das cidades de Jaguaruana e Russas, juntamente com homens da Polícia Civil desses municípios, realizaram uma ofensiva em uma área específica de Jaguaruana. O local, conforme as apurações, é apontado como esconderijo de um grupo que estaria praticando crimes na região.

No local indicado, a composição policial encontrou, inicialmente, Gustavo Ítalo Alves da Costa, de 20 anos, com passagem por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido; e Francisco Edileudo da Silva, de 20 anos. Com Gustavo, foram apreendidas munições de calibre 32 em seu bolso. Já com Francisco Edileudo, foi encontrado um revólver calibre 38. Ele tentou se desfazer da arma de fogo, que foi localizada rapidamente pelos policiais.

Em outro ponto, foram apreendidos mais um revólver calibre 38 municiado, 190 gramas de maconha, uma balança de precisão, material utilizado para o preparo dos entorpecentes e uma faca, além de uma motocicleta de cor azul roubada. O material estava com outros três suspeitos, que foram identificados como Leandro Mariano Alves de Miranda, de 28 anos, com passagens por tráfico ilícito de drogas e tentativa de roubo; Francisco Kenis do Nascimento Mendes, de 34 anos, com antecedentes por lesão corporal dolosa; e Adriano Pereira da Silva, de 33 anos.

Os suspeitos e todo o material apreendido foram conduzidos para a Delegacia Municipal de Jaguaruana, da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), para os procedimentos cabíveis. Na unidade policial, o grupo foi autuado em flagrante por integrar organização criminosa. As investigações acerca da conduta do grupo seguem em andamento.