pre redução trânsito
Foto: Divulgação

Pelo sétimo mês consecutivo, o Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) registrou diminuição nos números relacionados às mortes ocorridas em rodovias estaduais. De acordo com os dados contabilizados, no mês de julho, seis óbitos a menos foram registrados. O indicador do mês passado apresentou uma redução de 23,1% se comparado ao mesmo período do ano de 2019, passando de 26 óbitos registrados para 20.

As ações de fiscalizações, que visam garantir a segurança nas principais rodovias do Ceará, são realizadas pelo BPRE com apoio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) de Fortaleza e dos departamentos municipais de trânsito de municípios do Interior do Estado. De acordo com o tenente Bruno Henrique Lopes, chefe de Operações e Planejamento do BPRE, a redução dos acidentes com vítimas fatais durante os sete primeiros meses de 2020 está relacionada à adoção de novas medidas implantadas desde janeiro deste ano.

“Esses dados são frutos de um trabalho em conjunto. Verificamos as estatísticas e, com base nos resultados, passamos a orientar melhor as nossas equipes e a desenvolver ações efetivas em áreas mais críticas, onde ocorriam mais acidentes de trânsito. Além disso, os números são reflexo de uma nova política de fiscalização, implantada desde janeiro, como forma de intensificar essas ações e abordagens, o que vem desencadeando um resultado positivo, com a parceria mais efetiva com órgãos municipais de trânsito. Esperamos fechar o ano de 2020 seguindo essa tendência de queda e alcançando um resultado ainda mais positivo”, frisou o chefe de operações do BPRE.

O levantamento traz ainda uma diminuição no número de acidentes nas CEs envolvendo motocicletas. Foram 62 em julho de 2020 contra 67 registrados no mesmo mês do ano passado, uma queda de 7,5%. A redução também pode ser notada quando são levados em conta os números de vítimas fatais em acidentes com motos. Neste indicador, os dados apontam quatro mortes a menos. Foram 14 em julho deste ano contra 18 no mesmo período de 2019. Os números reduziram 22,2%.