Foto: Divulgação

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) apoiou o desenvolvimento de uma plataforma digital capaz de armazenar todas as prescrições de medicamentos e vacinas do paciente para que ele tenha maior autonomia e controle do seu histórico médico. A inovação, denominada Simples Receita, foi desenvolvida por pesquisadores da Unidade EMBRAPII – CPQD juntamente com a startup wconnect com o objetivo de oferecer mais segurança e confiabilidade à prescrição digital de receituário médico, por meio da utilização de tecnologia blockchain.

“A tecnologia blockchain permite a rastreabilidade das informações, contribuindo para a segurança, agilidade e transparência das mesmas. Na medicina, a questão do sigilo médico e da confiança tornam o uso de ferramentas de proteção de dados ainda mais necessária”, declara o diretor de Operações da EMBRAPII, Carlos Eduardo Pereira.

Segundo Fernando Marino, líder técnico em Blockchain do CPQD, com a solução desenvolvida, o médico poderá emitir a receita de um medicamento controlado, com sua assinatura digital qualificada, e o paciente poderá enviar essa receita diretamente para o e-commerce da farmácia, tudo pela rede blockchain. Além disso, a inovação permite que o próprio paciente faça o controle de seus dados evitando a perda das informações caso ele troque o plano de saúde, por exemplo, além de estar alinhado à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

O fundador da startup wconnect, Maurício Conti, explica que a rede blockchain já foi criada e utilizada por um grupo de médicos e pacientes que participaram de um teste piloto e a tecnologia já está disponível para comercialização no mercado de redes de hospitais, planos de saúde e sistemas de prescrição digital de receitas.

 

O que é blockchain?

Em tradução livre do inglês, Blockchain é uma “cadeia de blocos”. Trata-se de um sistema que, dentre outras coisas, permite rastrear o envio e recebimento de informações pela internet. Estas informações alimentam uma cadeia conectada e cresce à medida que novos blocos de dados são adicionados ao sistema por um novo conjunto de registros. A tecnologia pode ser utilizada em diferentes áreas, inclusive, na saúde.