armadilhas-alimentacao-revista-pilates Saúde Muitas pessoas ainda possuem pensamentos errôneos quanto a seguir uma dieta.

Particularmente, não chamo dieta (pois sugere algo restrito, pesado ou que cause muita restrição). O título de cardápio já fica menos agressivo, sendo adequado para sua rotina e não necessariamente sugere restrição e sim opções saudáveis.

Ao agendar sua primeira consulta com um nutricionista, esteja realmente querendo se dedicar, pois sem dedicação e organização o cardápio não sairá do papel. Seja sincero, não omita informações, para que seu cardápio seja mais funcional e mais próximo da sua realidade.

O primeiro passo é entender como é sua rotina diária. Se você consegue comer em casa, ou fará quase todas as refeições no trabalho/faculdade/cursos… Se nos locais possuem equipamentos: forninho, geladeira, frigobar, entre outras opções.

Alguns utensílios são indispensáveis para sua organização do dia a dia: Bolsas térmicas, depósitos, marmitas ou pequenos saquinhos para fazer kits de snacks.

A ida ao supermercado ou lojas específica de nutrição é o que manterá seu cardápio. Escolher suas opções de café, lanches, almoço, jantar e ceia, facilita no momento das compras no mercado, evitando gastos desnecessários, não havendo desperdícios e não comprando alimentos supérfluos.

Ao organizar seu cardápio com antecedência você não irá cair na tentação de consumir o primeiro alimento que encontrar e deixará mais motivado para seguir em frente com seu cardápio. Lembre-se sempre de contar com o acompanhamento de um nutricionista para te ajudar nesse processo.

1547916_1378835022376649_186846115_o Saúde

Por: Tatiana Brito (Nutricionista) – Consultas (85) (85) 9720-8958