Foto: Divulgação

O prefeito Roberto Cláudio realizou uma reunião, por meio de videoconferência, nesta quinta-feira (30/04), com representantes de igrejas evangélicas, desta vez com lideranças da Igreja Universal. Na oportunidade, o prefeito manteve diálogo com o bispo Fernando Souza para tratar sobre a situação da pandemia pela Covid-19 em Fortaleza.

Técnicos da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) participaram da videoconferência e atualizaram o quadro epidemiológico da Capital, expondo sobre a disseminação dos casos em todas as regionais, com preocupante crescente do número de óbitos nas últimas semanas, notadamente nas áreas mais vulneráveis.

O Prefeito também atualizou sobre as medidas de enfrentamento à pandemia, com ampliação da rede de saúde, aumento no número de leitos, aquisição de mais equipamentos, entre outras ações, que integram um conjunto de esforços em parceria com o Governo do Estado.

Durante a reunião, o entendimento conjunto foi de que o momento requer a união de forças. O Gestor aproveitou a oportunidade para enfatizar a importância do isolamento social, ferramenta mais efetiva para conter a Covid-19, e a necessidade da busca precoce pelo atendimento de saúde.

Para isso, as lideranças religiosas se prontificaram a reforçar as orientações junto aos fiéis e comunicar sobre as medidas necessárias nas comunidades, incluindo a importância da utilização de máscaras, da higienização das mãos, do uso do álcool em gel e de a população evitar aglomeração, cumprindo as orientações das autoridades de saúde.

Diálogo com as igrejas

Na última quinta-feira (23/04), o prefeito Roberto Cláudio conversou, em reunião por videoconferência, com lideranças e pastores de igrejas evangélicas de Fortaleza (leia aqui). As palavras foram de que as congregações podem ajudar no processo de convencimento sobre a importância do isolamento social, das medidas de controle do fluxo de pessoas e, também, para auxiliar no trabalho de elaboração de um calendário que projeto a perspectiva de retomada dos trabalhos quando for possível.

Já no sábado (25/04), a reunião foi com o arcebispo de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido Tosi e outros representantes da Igreja Católica, também para promover a prevenção, por meio do isolamento social, e esclarecer informações sobre o novo coronavírus, especialmente para a busca precoce pelos serviços de saúde.

A orientação é de que quem tem quadro gripal leve acima de 60 anos ou quadro gripal severo menor de 60 anos deve procurar a unidade de saúde mais próxima, pois um tratamento precoce pode melhorar o prognóstico do paciente.