A Justiça Eleitoral lembra aos eleitores os aplicativos disponíveis para as Eleições 2018. Todos eles podem ser baixados gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store.

e-Título

O aplicativo possibilita aos eleitores acessarem uma via digital do título por meio do smartphone ou tablet. Após baixar, o eleitor deverá inserir o número do título, seu nome, o nome da mãe e do pai e a data de nascimento. O e-Título será validado e liberado. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao eleitor. Para quem já fez o recadastramento biométrico, o e-Título traz a foto do eleitor para identificá-lo na hora da votação, capturada no instante da biometria junto com suas impressões digitais. Nesse caso, é dispensável a apresentação de documento oficial com foto na hora da votação. No entanto, mesmo os eleitores que ainda não fizeram o recadastramento biométrico podem baixar o aplicativo para usá-lo no dia da eleição, desde que apresentem documento de identificação com foto.

O TRE do Ceará lembra a importância do uso desse aplicativo por todos os eleitores, em virtude do rezoneamento que extinguiu 18 zonas eleitorais do interior e remanejou 4 para Fortaleza. A medida impactou eleitores de 29 municípios que tiveram os números da zona e da seção alterados. O documento de 753.344 eleitores está desatualizado. Apenas em Fortaleza, são 490.791 títulos com número da zona e seção antigos. No dia da eleição, essa incorreção pode atrasar a localização da seção e causar transtornos. No interior, 262.553 eleitores estão na mesma situação.

Mesários

Trata-se de uma ferramenta com instruções e orientações para complementar o treinamento dos quase 86 mil colaboradores que participarão do processo eleitoral no Estado do Ceará. Reúne informações para quem foi convocado ou se voluntariou para atuar como mesário nas eleições. O aplicativo permite, também, que os mesários tirem dúvidas com facilidade na opção “E se acontecer?”, indica o caminho de acesso para conteúdos on-line e off-line, como manuais e vídeos de treinamento, traz um check-list para o dia da eleição e um novo quiz com perguntas e respostas para que o cidadão possa testar seus conhecimentos. O aplicativo poderá ser usado nas seções que têm ou não urnas com identificação biométrica e, após as eleições, disponibilizará um formulário para que a Justiça Eleitoral receba feedback dos mesários.

Boletim na Mão

O aplicativo possibilita ao eleitor conferir o resultado de qualquer seção eleitoral, por meio do código QR – um código de barras em 2D que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares que têm câmera fotográfica. A ferramenta permite que o cidadão acesse, de forma rápida, segura e simplificada as informações contidas nos Boletins de Urna (BU), que são impressos após o encerramento da votação e afixados em quadros de aviso nas seções eleitorais.

Pardal

A solução “Pardal” possibilita aos eleitores notificar irregularidades e não conformidades nas campanhas. Funciona assim: ao identificar um problema, o cidadão tira uma foto e, por meio do App, envia as evidências para a Justiça Eleitoral no estado ou município, que fará a análise da denúncia.

Resultados

Por meio do App “Resultados” é possível acompanhar, em tempo real, os dados do resultado da eleição em todo o Brasil e visualizá-los a partir de consulta nominal, que apresenta o quantitativo de votos totalizados para cada candidato com a indicação dos eleitos ou dos que foram para o segundo turno. Também permite selecionar os candidatos favoritos e selecioná-los para acompanhar a apuração.