w0462329001471696690-Copia Política
Foto: Reprodução

Os candidatos eleitos para a Prefeitura e Câmara Municipal de Fortaleza serão diplomados nesta segunda-feira (19), às 17 horas, no Centro de Eventos.

A cerimônia será presidida pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, e pela presidente da Junta Eleitoral, juíza Jane Ruth Maia de Queiroga.

O evento também vai contar com a presença das principais autoridades do Estado e dos familiares dos diplomados. Os mandatos terão início no dia 1º de janeiro, quando acontece a solenidade de posse.

Diplomados
Serão diplomados 45 candidatos eleitos: o prefeito eleito, Roberto Cláudio Rodrigues Bezerra (PDT); o vice-­prefeito, Moroni Torgan (DEM) e 43 vereadores. As prestações de contas da campanha dos candidatos eleitos, assim como dos três primeiros suplentes de cada partido ou coligação já foram julgadas e aprovadas. As sentenças, inclusive, foram publicadas no Diário Oficial Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Roberto Cláudio será diplomado para comandar os destinos administrativos de Fortaleza pela segunda vez. Já seu vice, Moroni Torgan, assume cargo pela primeira vez.

Contas
Todos os candidatos eleitos tiveram as contas da campanha aprovadas, sendo que as contas do candidato a prefeito, Roberto Cláudio, foram aprovadas com ressalva. As sentenças foram publicadas à medida em que os processos eram julgados, conforme informou o Tribunal Regional Eleitoral.

Eleitos
Com a diplomação, a Justiça Eleitoral reconhece que o candidato foi efetivamente eleito pelo voto popular e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. De acordo com o calendário eleitoral de 2016, todos os candidatos eleitos deverão ser diplomados até o dia 19 de dezembro. Para ser diplomado, o eleito precisa estar com o registro aprovado. Ao longo desta semana, zonas eleitorais sediadas em municípios cearenses também procederam com a diplomação.

Expectativas
O vereador Adail Júnior (PDT), no seu terceiro mandato, admitiu que está “ansioso” com a diplomação e ressaltou que a parceria com o prefeito Roberto Cláudio (PDT) continua, e que está buscando novos projetos para Fortaleza. “Ansiedade é a mesma, sobretudo para continuar trabalhando”, frisou ele, acrescentando que a sociedade hoje tem acompanhado de perto o trabalho da classe política. Ele revelou que, após a diplomação, as conversas reservadas nos bastidores vem a tona, numa referência a eleição da Mesa Diretora e a composição da base governista.

Reforma
O prefeito Roberto Cláudio promete anunciar, até o fim desta semana, o resultados da reforma de secretariado para a transição do segundo mandato. Ele ainda não revelou nomes, mas já adiantou que “alguns secretários permanecem, outros continuarão na gestão mas em outras pastas” e haverá, ainda, convites a nomes que serão novidade na composição do grupo. Com a mudança, RC espera dar ao secretariado um sentimento de “novos desafios e metas. De um novo Governo”.

Roberto Cláudio já anunciou que pretende iniciar o ano reunindo a nova equipe. Segundo ele, após a posse, marcada para o dia 1º de janeiro, a nova gestão fará a primeira reunião com o secretariado para para passar as diretrizes e reafirmar o sentimento de trabalho com desafios e metas em um ano que, de acordo com as expectativas, deve permanecer em crise econômica.

Economia
Por falar em crise, Roberto Cláudio também já revelou em entrevistas que, a partir do primeiro dia de governo, apresentará um conjunto de iniciativas concretas de metas econômicas para o município, que poderão gerar economia de até 300 milhões de reais, preparando a cidade para uma possível redução acentuada de receita e aumento de despesas obrigatórias. “A gente vai buscar, dentro daquilo que não é prioritário para a cidade, que não seja saúde, educação, segurança e serviços públicos básicos, o que podemos reduzir de terceirizados, cargos comissionados, reduzir pelo menos a metade de gastos aéreos, apoio a eventos”, afirmou.

 

Com informações do OE