Foto: Divulgação

Uma ação realizada, no último sábado (25), por policiais do Comando Tático Rural (Cotar) do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque), com apoio do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), da Polícia Militar do Ceará (PMCE), resultou na prisão se um suspeito. A captura aconteceu em Eusébio, município da Região Metropolitana, e teve ainda a apreensão de duas armas de fogo, munições e outros materiais ilícitos. O homem é suspeito de envolvimento em ações criminosas na região. O caso foi registrado na Delegacia Metropolitana de Eusébio da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

A equipe do Cotar realizava diligências pela área do Parque Santo Antônio, com o objetivo de capturar suspeitos de envolvimento em um homicídio ocorrido na região. Durante as buscas, em um terreno baldio, os policiais avistaram um indivíduo pulando o muro de uma casa abandonada e indo em direção a um matagal. Houve perseguição, mas o homem conseguiu fugir. Um aparelho celular foi encontrado e, ao verificarem as mensagens no telefone, os militares viram a troca de informações com um segundo indivíduo sobre a presença dos PMs no bairro.

A partir do que foi observado nas mensagens, os policiais chegaram ao nome dele, um dos responsáveis pela troca de informações observadas no telefone. A composição seguiu até a residência do suspeito, na Rua Boa Esperança. Ao perceber a presença da viatura da PMCE, o homem correu até os fundos do imóvel e arremessou um objeto para fora do terreno, em seguida, voltou até a sala. O material jogado foi encontrado por outra equipe do Cotar e identificado como uma espingarda calibre 32.

Os policiais solicitaram a entrada na casa, o que só foi permitido após alguns minutos. Questionado sobre a arma arremessada para fora do terreno, o homem admitiu ser o responsável pelo armamento. Os policiais fizeram revista no imóvel e encontraram mais uma espingarda, essa de calibre 12. Foram localizadas ainda 779 munições de calibres 380, 12, 36, 22 e 24, além de uma balança de precisão, R$ 185,60 em dinheiro, duas espingardas de pressão, uma caixa de espoleta, três lunetas, 22 kg de esferas de chumbo e outros materiais ilícitos.

Ele, que não tinha antecedentes criminais, informou ser funcionário de um clube de tiro, mas não apresentou documentação que justificasse a presença do material encontrado. Ele recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia Metropolitana de Eusébio, onde foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo e receptação.

A Polícia Civil investiga ainda se ele tem envolvimento em outras ações criminosas registradas na cidade de Eusébio e apura também a participação de outros indivíduos na prática ilícita, e segue nas buscas com o objetivo de capturar o indivíduo que conseguiu fugir pela mata, com quemo acusado trocava mensagens.