Foto: Divulgação

A operação intitulada “Efeito dominó” desmontou um esquema de corrupção que funcionava na Guarda Municipal e no Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) do município de Aracati. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão que resultaram na apreensão de computadores e pastas com documentos diversos, além de boletos. O material foi apreendido em residências e locais de trabalho dos suspeitos. Além dos cumprimentos de mandados, cinco servidores investigados foram afastados de suas funções públicas.

Conforme o delegado Wagner Luiz, responsável pelas investigações, o caso é investigado há cerca de um mês, após denúncia recebida pela Polícia Civil. O esquema consistia em restituir veículos irregulares – apreendidos por guardas municipais – aos proprietários após pagamento ilícito. Os veículos com restrições e multas eram liberados mediante pagamento de propina. “Existem casos de veículos que foram devolvidos inclusive para pessoas não habilitadas. Em vez de seguir os trâmites de praxe para a regulamentação do bem móvel, algumas pessoas pagavam para esses servidores uma quantia e já tinham o bem ressarcido”, revelou o delegado.

No total, cerca de 50 policiais civis da região e dos Departamentos de Polícia do Interior Sul e (DPI-Sul) e Técnico Operacional (DTO) participaram da operação policial. As ações foram realizadas nos bairros Centro, Pedregal, Nossa Senhora de Lourdes e em Fortim. As investigações sobre o caso prosseguem.