“O raro feito dos Kings”… O histórico de lesões de Salah é testemunha de um golpe sem precedentes.

Mohamed Salah sempre esteve associado a números históricos da sua equipa, o Liverpool ou da seleção egípcia, mas desta vez a sua entrada na história veio através do portal das lesões.

Salah, de 31 anos, sofreu uma lesão no tendão da coxa durante o jogo entre Egito e Gana, o que resultou na sua saída do jogo aos 44 minutos, a primeira vez que o internacional egípcio sofreu esta lesão na sua carreira.

Como disse o técnico do Liverpool, Jurgen Klopp, em sua coletiva de imprensa na sexta-feira, a rara lesão do rei egípcio é uma das mais raras que ele já sofreu em sua carreira.

Salah não está apenas sofrendo de uma lesão nas costas, mas sua lesão pela seleção egípcia é a primeira desde que Mo esteve ausente devido a 10 lesões em seu clube anteriormente.

A seleção egípcia perdeu os serviços de Mohamed Salah na segunda parte, no final do jogo (2-2) da segunda jornada do grupo dois dos países africanos “Costa do Marfim 2023”.

Mohamed Salah está agora em dúvida para o jogo de Cabo Verde, na próxima segunda-feira à noite, devido a lesão, com a rede de notícias BeIN Sports a informar que “Mo” poderá não participar no jogo da terceira eliminatória.

Uma fonte disse hoje a Yalla Koura que Salah está a tentar controlar o próximo torneio de Cabo Verde e insiste em participar e é tendencioso com ele, independentemente do resultado. (Veja o resto dos detalhes aqui)

A posição de Salah na seleção egípcia ocorre depois que a seleção de Cabo Verde assumiu a liderança e avançou oficialmente para as oitavas de final com nota máxima nas duas primeiras partidas.

READ  O bombardeio “brutal” de Israel no centro e sul de Gaza

A seleção egípcia precisa vencer a partida na noite da próxima segunda-feira para se contentar oficialmente com a segunda passagem e, se isso acontecer, os “Faraós” entrarão no jogo de acerto de contas. (Para chances de aumento da seleção egípcia… Clique aqui)

Voltando ao histórico de lesões de Salah desde sua carreira profissional no Basel na temporada 2012-2013, “Mo” nunca sofreu uma lesão no tendão da coxa.

Mohamed Salah jogou quatro partidas europeias no “Velho Continente”, começando pelo Basileia e pelo Chelsea na temporada 2013-2014.

O capitão da seleção egípcia jogou no campeonato italiano começando pela Fiorentina na temporada (2014-2015) e depois pela Roma na temporada (2015-2016).

Mohamed Salah voltou ao mundo da Premier League, aqui no verão da temporada 2017-2018, vindo de seu atual time, o Liverpool.

Antes da lesão no tendão de Salah, o astro egípcio já havia sofrido lesões em 10 ocasiões anteriores, a mais importante das quais foi na Roma na temporada 2015-2016.

Salah rompeu o ligamento lateral do tornozelo, o que o fez perder cerca de 28 dias, principalmente em seis partidas pela Roma e pela seleção egípcia.

A mesma lesão voltou a ocorrer na temporada 2016-2017, com a Roma, o que lhe custou três jogos frente aos “Capital Wolves”.

A maldição das lesões assombrou Salah durante sua passagem pelo Liverpool, especialmente durante a temporada 2019-2020, quando sofreu uma lesão no tornozelo.

Salah perdeu o Liverpool por 16 dias, principalmente duas partidas com sua equipe e com a seleção egípcia. Ele também sofreu a mesma lesão na mesma temporada, o que o fez perder duas partidas pela seleção de seu país.

(2020-2021) Salah é considerado o último ausente por doença ou lesão na temporada, já que perdeu três partidas contra o Liverpool e a seleção egípcia devido à exposição ao coronavírus “Covid-19”.

READ  "After It Was Postponed", série Founder Othman, episódio 143 com legendas árabes de alta qualidade, Full HD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *