O Governo do Ceará prepara a distribuição dos vale-gás de cozinha para auxiliar as famílias em situação de maior vulnerabilidade social, durante o período de enfrentamento ao coronavírus. Em decreto publicado nesta terça (21), o governador Camilo Santana regulamentou os critérios que irão nortear a distribuição. A Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) será a pasta responsável por operacionalizar o benefício.

“Nós selecionamos as famílias de menor renda que estão cadastradas no Bolsa Família. Pegamos o corte dessas famílias e aumentamos. Saímos de 200 mil para cerca de 250 mil famílias. Esse vale virá com o nome do beneficiário e vamos pedir apoio aos prefeitos para a distribuição em todos os municípios”, destacou o governador Camilo Santana.

De acordo com o decreto, o programa social de distribuição de gás pretende ofertar o gás em botijão como auxílio para amenizar os impactos sociais decorrentes da Covid-19. Para ser contemplada com o benefício, a família precisa, além de estar inserida no Cadastro Único, ser beneficiária do Cartão Mais Infância ou do programa Bolsa Família com renda per capita igual ou inferior a R$ 89,34; ou ainda ter jovens inseridos no programa Superação.

De acordo com a titular da SPS, Socorro França, a Secretaria está cuidando de todas as tratativas para fazer essa entrega o mais rápido possível. “Sabemos do alívio financeiro que a recarga do gás irá trazer a essas famílias em situação de vulnerabilidade. Estamos, ao mesmo tempo, buscando a parceria das secretarias municipais e correndo com o trâmite administrativo para que esses botijões cheguem, no menor prazo possível, às casas dos beneficiários”, observa.

A identificação dessas famílias foi um esforço conjunto entre SPS e Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). Identificadas as famílias, a SPS agora irá adquirir os botijões e entregar às famílias o chamado vale-gás de cozinha. A empresa contratada será responsável pela logística de entrega dos botijões às famílias beneficiárias.