Fortaleza
(Foto: Marcos Moura)

Outro ponto destacado pelo prefeito Roberto Cláudio durante uma live no último sábado (20) foi a ampliação da abertura de atividades econômicas. “Além do aumento no número de empregos em cada uma das atividades já permitidas, além do volume maior de produção, de negócios, pelo menos três novas ações ficam permitidas nesse novo decreto para os próximos 14 dias, obviamente mediante renovação no sétimo dia.

A primeira são os restaurantes, que abrem especificamente para almoço, em virtude de várias atividades estarem abertas e grande parte dos trabalhadores precisarem de um local para fazerem sua refeição”. Os templos religiosos também poderão abrir a partir de segunda-feira em Fortaleza, respeitando a ocupação máxima de 20% de sua capacidade. O terceiro ponto apontado por Roberto Cláudio diz respeito às atividades individuais de esportes ao ar livre. “As academias ainda não estão permitidas e, por esta razão, estamos permitindo especificamente a abertura para atividades individuais de esporte”, justificou o prefeito.

Os gestores chamaram atenção que a abertura de novas atividades não significa deixar de lado os cuidados básicos como evitar aglomerações, álcool em gel para higienização das mãos e uso de máscara. “Não voltamos à normalidade. A pandemia continua. Todas as decisões que a gente tem tomado são baseadas em critérios técnicos de saúde, com muita responsabilidade e ouvindo todos os especialistas.

O Ceará, hoje, é o estado que mais testa no Brasil. Isso nos dá informações importantes para a tomada de decisões. A nossa prioridade tem sido, sempre, a vida das pessoas. Sabemos da importância da economia, mas estamos voltando de forma responsável, gradual, sustentável. Portanto, isso depende muito do comportamento de cada um dos cearenses”, alertou o governador Camilo Santana.