atende em casa fortaleza
Foto: Divulgação

O prefeito Roberto Cláudio apresentou, em coletiva virtual na manhã desta segunda-feira (15/06), o sistema “Atende em Casa – Covid-19, mais uma ferramenta da Prefeitura de Fortaleza para atendimento aos casos suspeitos de coronavírus.  A tecnologia permite que, por meio de vídeochamada, profissionais da saúde (médicos e enfermeiros) atendam pacientes com síndromes gripais sugestivas da Covid-19, orientem de forma adequada sobre cuidados clínicos ou encaminhem para uma unidade de saúde em caso de necessidade.

“Teremos, em média, 50 profissionais por turno, atendendo no mesmo horário dos postos, de sete da manhã às sete da noite. Boa parte desses profissionais são da atenção primária, o que vai facilitar a primeira conversa. A diferença desta plataforma é que ela permite a comunicação em tempo real, atendimento em formato de videoconferência. Isso permite precisão na hora de avaliar e orientar o paciente”, destacou o Prefeito.

De acordo com a titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Joana Maciel, a nova ferramenta passa a ser oferecida em um momento importante, que é a observação da Fase 1 do Plano de Retomada da Economia. Após acompanhamento da Fase de Transição, observou-se a queda na demanda por atendimento e diminuição de casos e óbitos. “Nós estamos em um momento de queda, mas também de observação. É importante lembrar que ainda estamos em isolamento social. Esperamos que a população continue respeitando. O nosso sistema municipal está preparado, temos leitos vagos, poucos atendimentos, mas, se por acaso tivermos pessoas doentes esta semana, temos aí mais uma ferramenta para acompanhar e dar condição de atendimento à população”, disse.

Para ter acesso ao atendimento, exclusivo para pacientes com quadro de síndrome gripal, a pessoa deve acessar do smartphone, tablet ou computador o site http://atendeemcasa.sms.fortaleza.ce.gov.br/ e realizar seu cadastro, informando dados pessoais. O sistema está disponível, também, no App Mais Saúde Fortaleza (iOS e Android). Após o cadastro, é necessário responder algumas perguntas sobre estado de saúde e sintomas, etapa primordial para a classificação de risco. Concluída essa etapa, o profissional da saúde fará a vídeochamada.

“O aplicativo foi desenvolvido especificamente nesta situação em que temos necessidade de prestar atendimento, mas ao mesmo tempo as pessoas não podem sair de casa para se expôr ao vírus. Na tela da videoconsulta, o profissional vai observar o padrão de respiração e orientar como medir a temperatura. O aplicativo não dispensa o atendimento presencial, caso seja necessário. Nesse caso, o profissional também pode orientar qual a unidade mais próxima para que o paciente se dirija”, explicou explicou o coordenador de Redes de Atenção Primária e Psicossocial da SMS, Rui de Gouveia.

Segundo o Coordenador, a expectativa é de que aconteçam cerca de 500 teleatendimentos, por turno. O atendimento acontecerá no mesmo horário das unidades de saúde, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. Os profissionais são os que já estão trabalhando em casa, no sistema homeoffice.

Tecnologia

O “Atende em Casa – Covid-19” é o resultado de uma parceria entre Prefeitura de Fortaleza, Pitang Consultoria e Sistemas, em parceria com a Brainy Resolution e Fábrica de Negócio e Sunrise Technology e tem o patrocínio do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), responsável pelo desenvolvimento do sistema.

Desenvolvido pela Pitang Consultoria e Sistemas, em parceria com a Brainy Resolution e Fábrica de Negócio e Sunrise Technology, a solução foi toda concebida com as tecnologias do Google Cloud. “Criamos o projeto em 72 horas e ele tem impactado muito positivamente a vida das pessoas, fazendo com que elas fiquem em casa e sejam atendidas, por meio do teleatendimento. Em Pernambuco, já realizamos mais de 30 mil teleatendimentos e apenas 30% dos pacientes foram encaminhadas para as unidades de saúde. Para mim esse é o maior benefício do Atende em Casa: realizar as consultas de forma satisfatória, mantendo a calma da população.”, relata Cláudio Castro, sócio da Pitang Consultoria.