O botijão de 13 quilos do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, já é encontrado a R$ 100 na capital cearense. É o que revela o levantamento semanal realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 14 e 20 de fevereiro.

De acordo com o levantamento, o botijão a R$ 100 foi encontrado em um estabelecimento localizado na Rua José Mendonça, no bairro Parque Genibau, em 18 de fevereiro. Este foi o preço máximo. Ainda em Fortaleza, o menor preço, R$ 75, foi encontrado na Avenida General Osório de Paiva, no bairro Vila Peri, e na Avenida João Gentil, no bairro Bom Jardim.

A pesquisa foi realizada em 53 estabelecimentos de Fortaleza. O preço médio foi de R$ 86,89 para o botijão de gás de cozinha. Após a Capital, Caucaia foi o município com o maior valor encontrado para o produto, R$ 95, nos bairros Parque Potira e Arianopolis, e o preço menor R$ 80, em cinco bairros, incluindo Iparana, Tabapua e Parque Potira. O preço médio é de R$ 86,25.

No interior, em Crato, o preço mínimo foi de R$ 79,90 e o máximo R$ 83. Já em Juazeiro do Norte, R$ 83, o menor valor, e R$ 86, o máximo. Em Maracanaú, o preço variou de R$ 80 a R$ 90, e uma média R$ 84,44.