Como parte do conjunto de intervenções de segurança viária desenvolvido para o Centro da Cidade, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) implanta no cruzamento da Av. Tristão Gonçalves com Rua Liberato Barroso a maior faixa de pedestres do País. A sinalização, que possui 40 metros de extensão, estará concluída nesta segunda-feira (31/05). O objetivo é garantir a quem anda a pé mais tranquilidade para realizar a travessia.

Além da faixa de pedestres, a ação também contempla pintura do urbanismo tático aumentando a área da calçada através de cores que chamam a atenção dando mais segurança para acomodar os pedestres.

Na semana seguinte, a Av. Tristão Gonçalves vai receber ciclofaixa ligando a Av. Duque de Caxias até a Rua Castro e Silva em um percurso de 1,5 km de extensão.

Centro mais vivo

Considerado um importante polo gerador de tráfego pela oferta de comércios e serviços, o bairro registrou nos últimos cinco anos 5.493 mil acidentes. Deste total, 439 foram atropelamentos. 2.838 pessoas ficaram feridas e 47 perderam a vida neste período.

Estima-se que diariamente sejam realizadas 216 mil viagens ao Centro, sendo 66% realizada a pé, de ônibus, bicicleta e metrô. “Precisamos criar condições de deslocamento seguro aos usuários mais vulneráveis a acidentes. Dados do Relatório de Segurança Viária mostram que os pedestres representaram 33,7% das vitimas fatais e 11,2% da vítimas feridas de sinistros de trânsito no ano passado”, alerta Juliana Coelho, superintendente do órgão.

Área de Trânsito Calmo

Além da faixa de pedestres, urbanismo tático e ciclofaixa, o bairro recebe ainda uma Área de Trânsito Calmo. A ideia é criar uma série de mecanismos físicos que possibilitem que aqueles que estão se locomovendo a pé tenham suas viagens priorizadas com segurança.

A previsão é de que até o final de junho haja a instalação de 14 travessias elevadas e moderação na velocidade. O novo limite nas vias internas situadas dentro do quadrilátero formado pela Av. Imperador, Rua João Moreira, Rua Sena Madureira e Av. Duque de Caxias passará a ser de 30 km/h, assim como a Av. Tristão Gonçalves. Já no corredor da Av. Imperador, os veículos não poderão exceder os 50 km/h.

Melhorando a visibilidade dos motoristas, 93 cruzamentos serão renovados, 15 receberão tachões e 10 o programa Esquina Segura, que consiste numa sinalização com dispositivos específicos para evitar o avanço da preferencial. 28 tempos exclusivos para pedestres ainda vão ser colocados em todos os semáforos situados ao longo da Imperador e Tristão Gonçalves a fim de minimizar os conflitos.

Calçada Viva

A exemplo da calçada viva existente na Barão do Rio Branco, o programa que amplia a área de calçada em vias com grande demanda de pedestres está sendo prolongado até a Santa Casa de Misericórida e para outras ruas como Floriano Peixoto e Assunção.