Que o futebol é uma paixão nacional não é segredo para ninguém. Mas também não é novidade que, durante muito tempo, o esporte foi considerado “coisa de menino”. Mesmo com a desconstrução de padrões que vemos acontecer de uns anos pra cá, o meio futebolístico nem sempre tem sido um ambiente amigável às mulheres. Muitas delas, apaixonadas pelo esporte, sofrem com preconceito, seja por quererem se dedicar à carreira de jogadora, seja por quererem comentar a modalidade de forma crítica.

 

Ainda bem que a determinação dessas mulheres não as permite desistir, e temos visto grandes exemplos femininos se tornando referência no jornalismo esportivo, e no próprio esporte também – o que poderá ser comprovado durante a Copa feminina nesse mês de junho.

 

Segundo dados do YouTube, a audiência feminina que busca por conteúdos relacionados ao tema na plataforma cresceu de 13% para 23% de 2017 para 2018. Considerando que cerca de 60 milhões de brasileiros consomem vídeos sobre futebol no YouTube mensalmente, esse percentual é bastante expressivo.

 

E, para além dessa audiência, existem criadoras de conteúdo que estão dando o que falar dentro da plataforma, por abordarem o esporte de forma profissional, crítica e cheia de paixão. Conheça alguns desses canais:

 

Resenha Delas: Fruto da amizade entre Lara Lopes e Marina Sanchez, duas apaixonadas por futebol, o canal surgiu em 2017 e aborda tudo sobre o universo do esporte, trazendo entrevistas com convidados especiais, como Paulinho e Willian, da Seleção Brasileira, desafios e muita informação. Hoje, o canal conta com 15 mil inscritos e tem um retorno muito positivo de sua audiência feminina, que enxerga as duas amigas como duas mulheres que rompem barreiras no cenário futebolístico.

 

1×0 Feminino: Idealizado por Luana Maluf, o canal surgiu em 2016 e hoje conta com mais de 140 mil inscritos, trazendo conteúdo futebolístico de forma bastante crítica e cheia de conhecimento. O conteúdo traz entrevistas e conversas com convidados de outros canais.

 

Tá Bela: Canal comandado por Isa Valiero e Paulinha Vilhena, conta com as participações especiais da Raquel Freestyle e Luana Maluf em alguns de seus vídeos. Nasceu em 2017 e aborda o universo do futebol trazendo entrevistas com grandes nomes do esporte, curiosidades e apostas das meninas sobre os campeonatos. Conta com 37 mil inscritos.

 

Dibradoras: Criado por 4 profissionais da área da comunicação, o canal surgiu em 2015 com o propósito de dar mais voz e visibilidade para as mulheres no esporte. Hoje, as criadoras são referência quando o assunto é futebol feminino.

Raquel Freestyle: Uma das maiores freestylers do mundo, Raquel saiu da periferia de São Paulo e tornou-se uma grande referência no assunto, com um dos maiores canais femininos de futebol no YouTube. O canal surgiu em 2008 e hoje conta com mais de 1M de inscritos, sendo uma grande oportunidade de negócio, que permite à Raquel viajar o mundo se apresentando, e serve de inspiração para muitas garotas que amam o esporte.