As partidas na Arena Castelão precisarão respeitar um intervalo mínimo de 48h entre os jogos. A medida é fruto de uma portaria da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) e da Superintendência de Obras Públicas do Estado do Ceará (SOP) e foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na última segunda-feira (12).

A portaria estabelece medidas de preservação do gramado da Arena Castelão, praça esportiva recordista absoluta em agenda de futebol em 2021. “Somos o estádio com maior números de jogos realizados em 2021, 52. Em segundo lugar vem o Maracanã, com 36. Em terceiro, o Mineirão, com 34”, lembrou o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro.

“Esta é uma medida técnica para garantir uma manutenção capaz de entregar melhores condições de jogo na Arena Castelão”, reforçou Quintino Vieira, superintendente de Obras Públicas. Contando desde julho de 2020, o Castelão tem partida realizada a cada 2,8 dias, intervalo que atrapalha a fixação da grama ao solo.

Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Federação Cearense de Futebol (FCF) e clubes Ceará, Fortaleza, Ferroviário e Floresta foram oficialmente comunicados. As entidades organizadoras do calendário do futebol receberam ainda solicitação para que definam os jogos que irão acontecer na Arena Castelão nos dois próximos fins de semana, períodos em que há previsão de choque com o intervalo determinado.

Também na resolução conjunta entre Sejuv e SOP consta a delimitação da área de aquecimento dos atletas ao setor externo ao campo de jogo, conforme diretrizes do ofício circular nº 1754/2020 da CBF, que definiu critérios-padrão de uso do gramado nos estádios do País.

Veja aqui a portaria.

Agenda cheia

A Arena Castelão completou 52 jogos realizados em 2021, com previsão de sediar pelo menos mais 27 da Série A do Brasileiro 2021, mais 2 duelos confirmados pela Série C, 1 confronto pela Copa do Brasil, podendo aumentar o número de jogos de acordo com o avanço das equipes nas competições.

Diante de agenda tão lotada, a portaria visa assegurar o adequado manejo do gramado e a preservação das efetivas condições de uso do equipamento diante do intenso calendário de jogos dos campeonatos nacionais e regionais que se prolonga desde 2020.

A Arena Castelão passa constantemente por uma programação de manutenção: replantio da grama, corte, adubação, descompactação do solo, entre outros serviços. Cada tipo de intervenção depende, entre outros fatores, além da necessidade periódica, de intervalo sem jogos e de condições climáticas adequadas.