Reforçando seu compromisso como uma marca inclusiva, a Vivo abre 100 vagas para profissionais com deficiência para atuação no Call Center da companhia. Há oportunidades para São Paulo (SP), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES) e Campo Grande (MS). No dia 11 de maio, a empresa promoverá uma feira virtual para os interessados em concorrer a uma das oportunidades. O evento vai esclarecer dúvidas sobre as atribuições das vagas ofertadas. Para participar, é preciso se inscrever através do link até o dia 05 de maio.

“O nosso DNA Vivo é tão forte que somos conscientes de que, como empresa, temos a capacidade de provocar reflexão e empatia, e conectar diversos olhares, propiciando uma cultura mais diversa e inclusiva. Queremos um ambiente livre de preconceitos para que nossas equipes desenvolvam o máximo de seu potencial. Acreditamos que um ambiente diverso é rico em trocas e crescimento”, afirma Ricardo Miras, diretor de Experiência do Cliente B2C da Vivo.

Para concorrer às vagas, é necessário ter ensino médio completo, domínio de informática e conhecimento de pacote office. Ter concluído ou estar cursando o ensino superior, além de ter experiências profissionais anteriores, serão diferenciais. Importante ter foco na qualidade e experiência do cliente e também atributos como empatia e espírito de dono. Os candidatos também precisam ter habilidade para trabalhar em home office, uma vez que poderão atuar remotamente.

As etapas do processo seletivo serão 100% digitais e a Vivo oferecerá um programa de desenvolvimento que contempla toda a capacitação técnica e comportamental para os selecionados. O salário é compatível com o que é oferecido no mercado. Entre os benefícios os selecionados terão vale refeição e transporte; plano de saúde e odontológico; seguro de vida; day off de aniversário; desconto especial em linha fixa, banda larga, TV por assinatura e apps. Além das vagas para o Call Center, a companhia está com diversas oportunidades em toda a empresa e todas elas são extensíveis a talentos com deficiência. Para conferir, os interessados podem acessar o vivo.gupy.io.