dia dos pais

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgou, nesta terça-feira (04/08), uma pesquisa com 35 opções de presentes e ainda serviços de embelezamento para o Dia dos Pais, comemorado no próximo domingo (09/08). A diferença no preço de um mesmo serviço como, por exemplo, o tratamento capilar, ofertado por barbearias, pode chegar a 700%, custando de R$ 15,00 a R$ 120,00. Os dados foram coletados entre os dias 27 e 29 de Julho. O levantamento do Procon traz ainda preços de churrasqueiras e assadeiras elétricas, barbeadores, celulares e televisores.

O preço de uma máquina de cortar cabelo pode variar até 250,57%. O item, da mesma marca, foi encontrado de R$ 59,90 a R$ 209,99. Entre os produtos de tecnologia, o preço de um aparelho celular, com mesma configuração, pode sair de R$ 1.199,00 a R$ 1.499,99, conferindo uma diferença de 25,10%.

Consulte a tabela com todos os preços, que está disponível no Portal da Prefeitura de Fortaleza.

A diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, esclarece em quais casos o presente dos pais pode ser trocado. “Vale ressaltar que o lojista não é obrigado a fazer a troca do presente por situações como modelo, cor e tamanho, exceto quando prometer”, disse. Ela orienta que, quando o lojista prometer a troca nestas situações, o consumidor peça por escrito no recibo ou cupom fiscal esta garantia de troca na loja e, assim, terá que cumprir o prometido.

Sobre a troca de produto com defeito, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) assegura o direto de conserto do produto. “Se o produto apresentar defeito ou vício de fábrica, o fabricante tem 30 dias para consertá-lo. Após esse prazo, o consumidor tem direito a um novo produto, caso não tenha sido consertado ou, ainda, a devolução do valor pago ou o abatimento na compra de outro item.

Já nas compras feitas pela internet, por telefone ou catálogo, existe o “direito de arrependimento”, sem que apresente qualquer motivo de defeito ou vício do produto. Esse direito está previsto no artigo 49, do CDC. O prazo para devolução é de sete dias, a contar da data de recebimento do produto ou contratação de um serviço. Para isso, basta devolver o produto preservando as características originais e pedir o dinheiro de volta. As despesas decorrentes de frete não são obrigações do consumidor.

Produtos
Maiores variações

Screenshot_1-300x88 Economia

Serviços
Maiores variações

Screenshot_2-300x136 Economia