O balanço registrado pela Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec), autarquia vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), aponta aumento de 25% no número de novas empresas registradas em janeiro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020. Ao todo, foram 11.239 registros de novos negócios no mês passado, contra 8.938 aberturas em janeiro de 2020.

Como tem ocorrido nos meses anteriores, o setor de serviços foi o que mais abriu empresas em janeiro, com 5.780 aberturas. Entretanto, o maior percentual de aumento foi do comércio, que registrou 4.353 empresas em janeiro deste ano e 3.227 empresas no mesmo período do ano passado, correspondendo a um aumento de 34%.

Em relação às atividades, o balanço realizado pela Jucec mostrou que o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios foi a atividade que mais registrou abertura de empresas em janeiro, com 838 novas empresas, seguido do comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns (510) e Promoção de Vendas (461).

De acordo com a presidente da Jucec, Carolina Monteiro, “os números são extremamente positivos para pensarmos em um desenvolvimento mais contundente de planos de ações para fomento da formalização, uma vez que já trabalhamos com esse saldo positivo no primeiro mês do ano”.

O número de fechamento de empresas aumentou 6% em janeiro deste ano (3.314) se compararmos com o valor de baixas realizadas no mesmo período do ano anterior (3.124). Serviços foi o setor com maior número de empresas fechadas, com 1.487 registros de baixa.