O Banco do Nordeste selecionou, por meio do edital do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci), 28 projetos de inovação em atividades produtivas de diversas áreas. As inovações serão conduzidas por micro e pequenas empresas localizadas em estados nordestinos, além de Minas Gerais e Espírito Santo. Ao todo, o BNB está investindo R$ 9,8 milhões.

Cada projeto poderá receber até R$ 500 mil do Fundeci, em recursos não reembolsáveis. Para realizar a seleção dos projetos, o Banco avaliou critérios de estrutura do projeto, inovação e desenvolvimento sustentável.

Os projetos possuem prazo de execução de seis a 24 meses e são acompanhados por equipe técnica do Banco para apresentar a evolução da pesquisa e os resultados parciais e finais. Os projetos contemplados podem ser conferidos no site do BNB.

Barriga de aluguel para peixes

Os projetos aprovados no edital contemplam inovações tecnológicas em diversos campos que incluem, entre outros, gestão do negócio, urbanismo, agricultura, saúde e veterinária. É o caso da inovação que será desenvolvida no Ceará para trabalhar tecnologia de reprodução de peixes ornamentais utilizando barriga de aluguel. Outro projeto aprovado para o estado busca desenvolver pomada para tratamento de pé diabético.

No Piauí, será pesquisado o uso do babaçu na inovação de alimentos. Em Pernambuco, será pesquisa tecnologia para avaliação citomorfológica de sangue periférico e medula óssea.
Na Bahia, o Banco apoiará desenvolvimento de game e de tecnologia capaz de transformar semáforos convencionais em semáforos inteligentes. Há, ainda, projetos voltados para tecnologia de geração solar, monitoramento de higienização das mãos contra covid-19, cultivo de coco, jogos on-line, biodiesel e outros.