bike-e1500295288491 Cotidiano O prefeito Roberto Cláudio lançou, na manhã do último sábado (15), duas iniciativas voltadas à segurança e à saúde de fortalezenses e turistas. O Programa Bike Vida e o Projeto Viva Mais objetivam promover melhores condições de segurança por meio da orientação e do atendimento de primeiros socorros voltados aos banhistas, esportistas e demais frequentadores da faixa litorânea da Capital.

A iniciativa é inédita na América Latina, consiste na otimização do atendimento de urgência por meio de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que utilizarão três bicicletas equipadas para prestar o primeiro atendimento diante de quaisquer eventualidades ocorridas em toda a faixa compreendida entre o Estoril da Praia de Iracema e o Mercado dos Peixes.

Idealizado pela Secretaria Regional II, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, e apoiado pela Unimed Ceará e Barcello Sports, o projeto, que apresenta modelo sustentável e inovador de atendimento, funcionará diariamente das 5h às 21h, promovendo agilidade no tempo de resposta, redução da emissão de CO2 e integração com a rede de urgência e emergência do Samu.

“Esta é uma parceria vencedora entre a Unimed Ceará e a Prefeitura de Fortaleza. Uma ideia inovadora, que cai muito bem na prática e no dia a dia da Beira Mar, que é um espaço onde a prática da atividade física é mais recorrente na Cidade. Tanto a gente quer estimular esse tipo de uso como garantir a segurança para quem está fazendo este tipo de atividade, reduzindo os danos ligados a problemas cardiovasculares ou neurológicos”, esclareceu Roberto Cláudio, enfatizando, ainda, que esta experiência piloto poderá ser expandida, com a mesma característica, para outras áreas da Capital.

Nessa perspectiva, três socorristas serão estrategicamente distribuídos pela extensão da Avenida Beira Mar e cuidarão, cada um, de um raio de 1,5 Km. O tempo estimado de resposta aos chamados, que poderão ser realizados presencialmente ou por meio do telefone 192, é de cerca de dois minutos.

“Essas bicicletas são equipadas com tudo o que existe em uma ambulância. Diante de intercorrências, o socorrista chegará ao local, prestará o atendimento e, em caso de necessidade, passará um rádio e solicitará a remoção, por meio de ambulâncias do Samu, do paciente para uma unidade hospitalar”, esclareceu o titular da Regional II, Ferrúccio Feitosa.

A secretária municipal da Saúde, Joana Angélica, avaliou positivamente a iniciativa e mostrou-se otimista em relação à extensão de seus impactos no tocante a aspectos remediativos e, sobretudo, preventivos.

“A doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade na nossa Cidade. O sedentarismo é o principal vilão causador dessa doença. A prática de atividade física é fundamental para que a gente evite esses tipos de patologias cardíacas e até neurológicas. O exercício, feito de forma correta, torna-se um aliado. O cenário da Beira Mar é convidativo. Aqui, as pessoas correm, nadam, pedalam. A partir do momento em que estamos dando maior segurança às pessoas que frequentam este espaço, com certeza, elas virão mais vezes, com mais tranquilidade e em maior número. Principalmente, a população idosa”, pontuou.

“A Unimed Ceará está muito feliz diante dessa parceria público-privada. Estamos trabalhando juntos pela qualidade de vida da população do Ceará, sobretudo do Município de Fortaleza”, ressaltou o presidente da Instituição, Darival Bringel.

Projeto Viva Mais
O Viva Mais visa reduzir as ocorrências de acidentes aquáticos por meio da parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará e a Associação dos Empresários da Praia do Futuro.

A partir de capacitação de profissionais cedidos pela Associação dos Empresários da Praia do Futuro, realizada pelo Corpo de Bombeiros, serão fornecidas à população orientações acerca das condições marítimas vigentes a fim de promover a prevenção de eventuais afogamentos. A medida contempla fortalezenses e, sobretudo, turistas.

“Acidentes e afogamentos são ocorrências evitáveis. Então nós, da Saúde, agradecemos a parceria dos envolvidos, porque esta é uma iniciativa muito interessante, que fará muita diferença. Nosso principal papel, enquanto gestores de saúde, é promovê-la, prevenindo as ocorrências. Esta iniciativa nos deixa muitos felizes no instante em que trabalha a prevenção dos acidentes no mar”, declarou a titular da SMS.

Ao todo, 14 barracas participantes receberam, na ocasião, o Selo Diversão na Praia – Proteção no Mar, da Secretaria Regional II, indicando os parceiros da iniciativa, que multiplicam a difusão das normas de segurança, orientando sobre condições favoráveis para o banho de mar, mudanças climáticas, prevenção de acidentes, e distribuindo, para as crianças, pulseiras de identificação que indicam o local onde se encontram os pais ou responsáveis.