Foto: Reprodução

A Prefeitura de Fortaleza deu início, nesta segunda-feira (04), à Operação Férias sem Arboviroses 2017, que deve seguir até o dia 22 de dezembro. A ação tem como objetivos combater o mosquito vetor das principais arboviroses (dengue, zika vírus e chikungunya), o Aedes aegypti, em pontos da Regional II e do Centro e evitar a reprodução de roedores que possam causar outras doenças, como leptospirose e gastroenterites.

Para conduzir a iniciativa, 90 agentes municipais realizarão um trabalho educativo, além de inspeção e desratização de áreas com grande incidência desses vetores, como Beira-Mar, Centro (especialmente na Praça do Ferreira e no Mercado Central), Mucuripe, Praia de Iracema, Praia do Futuro e o corredor gastronômico da Varjota. Assim, segundo a prefeitura, os esforços serão direcionados no sentido de eliminar os criadouros do Aedes aegypti e na aplicação de inseticidas.

O Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) divulgou que, em 2017, foram registrados 457,7 casos de dengue para cada 100 mil habitantes. A febre chikungunya teve um índice ainda maior: segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram 2.139,9 ocorrências para cada 100 mil habitantes, acometendo 56.228 pessoas em Fortaleza.