cadastramento-biometrico Cotidiano
Foto: Reprodução

Após as eleições de 2018, será obrigatório o comparecimento dos eleitores aos locais de atendimento na Capital para fazer o recadastramento biométrico, por isso, a Justiça Eleitoral orienta que o eleitor evite filas no último ciclo, antencipando-o.

Apenas 16% do eleitorado da Capital está cadastrado na identificação biométrica. A meta do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) é atingir o índice de 56% do eleitorado até as eleições de 2018, já que o prazo final estabelecido para o recadastramento biométrico em Fortaleza será maio de 2020. De acordo com o órgão, no ciclo previsto para 2017 e 2018, serão mais 40% dos eleitores cadastrados.

O QUE É CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

É uma forma segura de realizar a identificação do eleitor no momento da votação. Ele é feito por meio da captura das impressões digitais dos dedos das mãos do eleitor, além disto, é colhida a assinatura e tirada uma foto. Esse momento é importante para atualizar os dados cadastrais, como endereço, telefone para contato e outros.

Com o cadastramento biométrico, o eleitor passa a se identificar apondo sua digital no microterminal da urna eletrônica, não precisando mais aditar sua assinatura no Caderno de Votação.


COMO FAZER

Os eleitores devem, preferencialmente, fazer o agendamento para a Central de Atendimento, na Praia de Iracema, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. O agendamento também pode ser feito através do telefone 148 ou no site do tribunal. Quem optar pelo Vapt-Vupt de Messejana, das 8 às 14 horas, o atendimento no local é feito por ordem de chegada, com a emissão de senhas.

CANCELAMENTO DE TÍTULOS

Os eleitores que não votaram nas três últimas eleições têm o prazo para a regularização do título até o próximo dia 2 de maio. Quem não comparecer até esta data aos cartórios eleitorais, terá o título cancelado. O eleitor que quiser conferir a sua situação eleitoral também poderá se informar através do telefone 148.