Foto: Divulgação

Após as intervenções de segurança viária implementadas pela Prefeitura de Fortaleza na Avenida Osório de Paiva, o número de acidentes com vítima reduziu 32,8%, passando de 58 ocorrências para 39, conforme levantamento realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC). Em consonância com esse resultado, que considerou o trecho compreendido entre as vias Gomes Brasil e Luiz Vieira, a estatística de atropelamentos também diminuiu 28,6%, caindo de sete para cinco.

O método da pesquisa visou isolar o efeito das medidas implantadas na referida avenida e analisou uma amostra de seis vias com características similares, mas que não receberam as intervenções. Utilizou-se para fins de comparação o quantitativo de acidentes registrados antes e depois da execução do projeto, desenvolvido pelo órgão de trânsito em parceria com a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária.

De acordo com o superintendente da AMC, Arcelino Lima, a redução é reflexo da política de segurança viária adotada em Fortaleza e também está incorporada à mudança de comportamento dos usuários. As vias com maior taxa de acidentalidade, como a Av. Osório de Paiva, por exemplo, que já chegou a registrar 129 óbitos em dez anos, estão sendo priorizadas. “Ao criarmos condições seguras de deslocamento, investindo na infraestrutura viária com a melhoria da sinalização vertical, horizontal e semafórica, além de um novo limite de velocidade, estamos incentivando um maior respeito dos condutores e pedestres”, reforça.