IMG_1225 Cotidiano
Rua Uberlândia está localizada em frente à Regional VI ( Foto: O Lagoa)

Quem reside em uma rua sem pavimentação conhece os transtornos diários causados pela falta de urbanidade. Moradores das Ruas Uberlândia, José Ivo e João Ivo, no bairro Messejana, têm reclamado bastante do descaso nas ruas.

O mais curioso é que Rua Uberlândia tem início em frente a Regional VI e ainda não existe calçamento, há muitos buracos, lama e o lixo, mas até o momento nenhuma providência foi tomada pela Secretaria. O outro trecho da rua tem continuidade depois da Praça Paulo Benevides e é asfaltada. Recentemente na inauguração do espaço, o Prefeito Roberto Claudio, prometeu incluir as Ruas Uberlândia, José Ivo e João Ivo no Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), ou seja, nas intervenções que estão acontecendo em toda a Messejana.

Desacreditado com tantas promessas o morador, Tony Fernandes, relata que o problema se arrasta por anos. “Estou nesse bairro há 25 anos, nada foi feito, os moradores estão cansados de ouvir tantas promessas, as obras precisam começar do zero, com serviço de drenagem e asfalto, só iremos acreditar quando estiver tudo feito”, comenta e ainda se queixa “Esse problema têm afetados os comerciantes, pois os carros não circulam por essa rua, prejudicando o movimento dos negócios.”

Os problemas não param por aí, além da dificuldade dos veículos não trafegarem pela rua, os pedestres também são prejudicados, não há calçadas, as poucas que existem foram feitas pelos moradores. Outro incômodo é o acúmulo de lixo no local, pois além do mau cheiro, a população está sujeita aos riscos de doenças.

Nos últimos meses, a Messejana tem passado por várias intervenções no trânsito como: implantação de binários, medidas de segurança para pedestres e infraestruturas cicloviárias, recapeamento asfáltico de ruas e avenidas do bairro.

Entramos em contato com a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), informaram que as ruas estavam incluídas no Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), mas não responderam sobre o início das obras.