Mercado de casamentos deve ter retomada a partir de setembro, diz iCasei

Sem dúvidas, um dos setores mais afetados pela pandemia atual foi o de eventos. Com a imposição do isolamento social pela OMS – Organização Mundial da Saúde -, milhares de casais tiveram que adiar a festa de casamento. Somente na plataforma iCasei foram mais de 3.500 adiamentos feitos desde março. 

Em pesquisa exclusiva feita com clientes iCasei, casais que subiriam ao altar nos meses de março, abril e maio e tiveram que adiar as celebrações elegeram os meses de setembro e outubro como os favoritos para a nova data. 

Com 1.681 participantes no levantamento realizado em abril, 61% responderam que adiaram o casamento já no início da quarentena e 32% ainda não tinham tomado a decisão de mudar a data. 

Com esse movimento, o iCasei prevê uma retomada, ainda que tímida, na realização dos eventos em todo país a partir de setembro. 

“Desde março, tivemos uma queda muito expressiva em receita por conta dos casamentos que não aconteceram. Mas, tudo no cenário indica que teremos uma retomada bem importante a partir de setembro. Isso porque até lá é esperado que as coisas estejam se normalizando, ainda que timidamente, e, portanto, os casamentos acontecendo – ainda que com restrições”, indica Luis Machado, CEO do iCasei.