TS3783-1 Cotidiano
Foto: Reproduçãot

Repetindo a tendência de anos anteriores, a Linha Sul do Metrô de Fortaleza registrou crescimento no número de passageiros nos dois primeiros quadrimestres deste ano. Considerando de janeiro a agosto de 2017, o crescimento foi de 9%, saindo de 3.060.032 passageiros em 2016, para 3.915.658 pessoas transportadas no mesmo período deste ano. No ano passado, a Linha Sul teve fluxo de passageiros 17% maior em relação ao período de janeiro a dezembro de 2015.

“Com o crescimento dos investimentos em equipamentos e sistemas, há uma sensível melhora operacional do metrô, consolidando-o como uma opção de transporte rápida, acessível, segura, confortável e competitiva no preço. Com a redução dos intervalos entre os trens e a consequente facilidade de integração com os ônibus, nós teremos ampliadas as opções de mobilidade na Região Metropolitana de Fortaleza”, avalia o diretor-presidente do Metrofor, Eduardo Hotz.

Desde 2015, a Cia Cearense de Transportes Metropolitanos realiza projetos que já resultaram em benefícios para os usuários. Somente neste ano, o horário de atendimento passou por duas ampliações e hoje a Linha Sul atende de 5h30 até 21h – e a meta é alcançar operação até 23h30. O intervalo entre os trens, em todas as estações, foi reduzido de 20 para 17 minutos, e a oferta de trens à população aumentou, com a inserção de mais dois trens elétricos na frota operacional, totalizando, agora, cinco composições, o que resulta em maior conforto nas viagens.

Além disso, o sistema de bilhetagem eletrônica é uma realidade, e os pagantes de passagem inteira e meia passagem já desfrutam dos benefícios do Cartão do Metrofor. Também foram contratados 148 novos profissionais para reforçar o funcionamento da Sul e possibilitar a operação do Ramal Parangaba-Mucuripe, que começou neste ano o atendimento com passageiros. Desde 25 de julho até hoje, mais de 30 mil pessoas já utilizaram o Ramal, que opera em horários e trechos restritos, de segunda a sábado, de 6h às 12h, entre as estações Borges de Melo e Parangaba, compreendendo 5km de operação assistida, com embarque gratuito. Desde 2/10, a operação assistida passou a contar com dois Veículo Leve sobre Trilhos (VLTs), e passou a utilizar as duas vias da linha, ampliando a capacidade de transporte do modal.

A tendência é que, com o avanço das obras e a ampliação da Operação, os dois sistemas – Linha Sul e Parangaba-Mucuripe – registrem crescimento de passageiros, devido à integração física entre eles, na Parangaba. Devido á esta integração, as possibilidades de deslocamentos dos passageiros aumentam, tanto para quem embarca na Linha Sul, como para quem acessa o Ramal Parangaba-Mucuripe. Com isso, as duas linhas passam a ampliar suas áreas de atendimento.