16288180 Cotidiano
Foto: Divulgação

Os carros compartilhados em Fortaleza ainda são uma novidade, com apenas 3 meses de circulação pela cidade. O projeto de carros elétricos na cidade é inédito no Brasil, e em Fortaleza está dividido em três etapas. Atualmente, a segunda etapa já está concluída, é o que explica o engenheiro civil da prefeitura, Suede Lacerda.

“Após o período de demonstração, vem a fase de operação assistida dos Veículos Alternativos para Mobilidade (VAMO). Nesta fase, o VAMO realiza o cadastro efetivo dos interessados e conta com cinco estações, disponibilizando oito carros elétricos. O objetivo desta fase é iniciar a operação do sistema, dando total atenção e suporte aos usuários, bem como monitorar o uso inicial e validar ou ajustar as características do sistema para a implantação das próximas estações”, esclareceu.

Contudo, o engenheiro afirma que esse número de estações do sistema de carros elétricos, que é pioneiro no Brasil, será ampliada no início do ano de 2017, já passando para a terceira fase do programa.

Na última etapa, serão mais sete estações implantadas na cidade, sendo que destas três já estão sendo finalizadas e já devem ficar entregues à população em janeiro de 2017. “Temos 3 execução. Na Praça Antônio Prudente, que ficará na Avenida Abolição com Avenida Barão de Studart,a segunda na Praça Martins Dourado no Papicu e a terceira na região do Jóquei Clube, no Nort Shopping Jóquei. Além desta, outras quatro serão entregues durante o ano”, garante o engenheiro.

As cinco estações existentes:

Estação 1 – Igreja de Nazaré (Rua André Chaves, 177 – Montese)

Estação 2 – North Shopping (Rua Moreira de Souza, 58 – São Gerardo)

Estação 3 – Praça Luiza Távora (Av. Santos Dumont, 1589 – Aldeota)

Estação 4 – Center Um (Rua Barbosa de Freitas, 1100 – Aldeota)

Estação 5 – Shopping Iguatemi (Av. Washington Soares, 62 – Edson Queiroz)

Como realizar o cadastro:

Os interessados devem se cadastrar no site “Vamo Fortaleza”, enviar os dados pessoais, fotos da Carteira Nacional de Habilitação e comprovante de endereço. Após receber a confirmação, o usuário pode utilizar o sistema para pelo aplicativo para saber como estão as estações e se têm carros disponíveis. Os carros elétricos poderão ser retirados, todos os dias, das 5h às 23h59, podendo serem devolvidos 24h por dia.

Quanto custa?

A tarifação do sistema se dará conforme o tempo em que o carro estiver em uso. Para os primeiros 30 minutos, o valor cobrado do usuário é de R$ 20,00 sendo este valor indivisível, ou seja, do primeiro minuto ao trigésimo minuto o valor cobrado será fixo e totalizará R$ 20,00.

Após meia-hora de uso, a cobrança se dará por minuto adicional, variando o custo do minuto conforme o tempo de uso da seguinte forma:

– Entre meia hora e 1 hora de uso: R$ 0,80 por minuto adicional.
– Entre 1 hora e 2 horas de uso: R$ 0,60 por minuto adicional.
– Entre 2 horas e 4 horas de uso: R$ 0,50 por minuto adicional.
– Após 4 horas de uso: R$ 0,40 por minuto adicional.

Exemplificando: O uso por 30 minutos custará R$ 20,00. Já o uso por 45 minutos, será no valor de R$ 32,00, independente da quilometragem percorrida.

As pessoas que fizerem uso mensalmente do sistema pagarão uma taxa de R$ 40,00, que é integralmente revertida em crédito para uso dos carros. Caso o usuário possua o Bilhete Único, será dado um desconto de 25% nessa taxa. Dessa forma, o usuário manterá um crédito de uso de R$ 40,00, mas pagará somente R$ 30,00.

 

Fonte: Tribuna de Ceará