Detran Anúncios Cotidiano
Foto: Divulgação

Começou a valer nesta sexta-feira (28), em Fortaleza, o sistema de monitoramento nos exames do Detran e já foi implantado em praticamente todo o interior do estado. Agora, os carros onde são realizados os exames possuem duas câmeras internas, uma externa e sensores em várias partes. O Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos o Estado do Ceará (SINDCFCS-CE) acredita que a mudança trará mais transparência para o processo.

“Tudo que acontece no carro fica registrado, isso dá mais segurança ao candidato e evita fraudes no processo”, explica Alisson Maia, coordenador de projetos da entidade sindical.

As informações obtidas pelos sensores é transmitida de maneira instantânea para um tablet nas mãos do examinador que pode reprovar o aluno com apenas um toque na tela caso ele cometa alguma falta grave. Se o candidato considerar a decisão injusta, ele pode solicitar que uma banca examidora avalie as imagens captas pelas câmeras instaladas no veículo.

Para o sindicato que representa os servidores do Detran, a mudança tira a autoridade e a autonomia dos profissionais. “Agora, funcionários terceirizados fiscalizam o trabalho de servidores com 40 anos de casa. E a fé pública do funcionário, onde fica?”, reclama Evangelista Rodrigues Sampaio, diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Área de Trânsito do Estado do Ceará (Sindetran-CE).

No primeiro dia de uso do sistema, 60 alunos passaram pela nova forma de exame, que teve atraso de 40 minutos para o início, porque a central de monitoramento estava desligada.