Sem-título-3 Cotidiano
Foto: Divulgação

O clima natalino chega aos Correios cearenses nesta quarta-feira (16). A Campanha Papai Noel, começa às 15 horas e terá início na Agência Central da estatal, em Fortaleza. Na ocasião, haverá apresentação do coral de empregados dos Correios e lançamento dos tradicionais selos postais de Natal, além da presença de crianças que escreveram ao bom velhinho.

A campanha é realizada há 27 anos, mas desde 2010, os Correios estabelecem parcerias com abrigos, creches, escolas públicas e entidades beneficentes. Além do mais, o trabalho não é realizado somente no município de Fortaleza. Cidades como CratoJuazeiro do Norte Maranguape também recebem apoio do órgão público.

Nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,8 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios em todo o país. Desse total, 1,9 milhão atendiam aos critérios da campanha e mais de 80% foram adotadas, o que equivale a 1,5 milhão de cartas. No Ceará, entre 2013 e 2015, os Correios cadastraram 24.697 cartas. Desse total, 19.832 foram adotadas (80,3%). Neste ano (2016), os colaboradores poderão adotar 7.500 cartas, melhorando a situação de vulnerabilidade social das áreas.

Segundo o diretor regional dos Correios no Ceará, José William Porto, o engajamento da população é um dos pilares para o sucesso da iniciativa. “Os Correios organizam a campanha e fazem a logística, da disponibilização das cartas nas agências à entrega dos presentes às crianças, e contam com a parceria da sociedade para realizar os sonhos natalinos da garotada”, afirma.

Bom velhinho  

Quem quiser ser Papai Noel neste ano pode ir a uma das seis agências dos Correios em Fortaleza onde as cartas estão disponíveis (Central, Iguatemi, Aldeota, Alencarina, Barão de Studart e Parangaba) ou às agências de Juazeiro do Norte, Maranguape e Crato. O período de apadrinhamento e de entrega dos presentes pelos padrinhos varia conforme o município, sendo até 15 de dezembro em Fortaleza.

Mais informações  

Os presentes devem ser entregues nos mesmos locais onde as cartas foram adotadas para que posteriormente a entrega seja feita pelos Correios. Não é permitida a entrega direta do presente à criança pelo padrinho e, para assegurar o cumprimento desse critério, os endereços das crianças não são informados.

Os Correios não entregam cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais definidos pela empresa.