adolescente arte
Foto: Divulgação

O Centro Socioeducativo José Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, está realizando uma oficina de artes visuais com o professor e arte educador, Wanderson Petrova. A atividade tem como objetivo levar os adolescentes a fazerem uma reflexão sobre o atual cenário que vivemos com o enfrentamento ao novo coronavírus e aplicar seus sentimentos na arte.

A oficina de artes é regularmente feita na unidade, e nesta série atual, intitulada como Empatia, a ação foi dividida em duas etapas. De acordo com Wanderson, consiste “na percepção dos adolescentes sobre a atual situação ao qual estamos passando assim como a preocupação com familiares e profissionais que atuam na unidade, bem como foi desenvolvido uma relação de extensão no qual possibilitaremos a interação com a Região do Cariri, externo à unidade, eu Wanderson, estou me aproximando para aplicação desta ação com a população do Cariri, através de ligações pontuais, poéticas e de captação sobre a percepção da nossa atual situação vivente”.

Após o contato do artista visual com as pessoas que residem na região do cariri, ele irá trocar experiências com os jovens em cumprimento de medida socioeducativa que estão participando da oficina, para que juntos possam criar obras baseadas na escuta das experiências. E uma dessas histórias será criada no formato de um quadro para uma mãe que perdeu seu filho na região do Cariri, em decorrência do coronavírus.

Um dos jovens participantes conta um pouco de sua experiência. “Estou pintando uma favela, umas casas e a minha mãe, agente de saúde visitando as casas e avisando as pessoas sobre a epidemia da covid-19. (Esse quadro) É uma homenagem à minha mãe porque muitas pessoas pararam de trabalhar, mas ela como é da área de saúde está trabalhando, para ajudar as outras pessoas e ela é muito importante na minha vida”.

Até o momento 18 quadros estão em processo de finalização, e mais ainda devem ser feitos nos próximos dias. O professor conta que atende 5 grupos de 4 a 5 adolescentes, para que todos possam participar do processo. Ao final, alguns quadros serão doados.